SC define prioridade na vacinação de pessoas com comorbidades e grávidas

Foto: Reprodução

Uma Comissão Intergestores Bipartite (CIB) em Santa Catarina definiu a prioridade para vacinação contra a Covid-19 em pessoas com comorbidades na noite de domingo (2). No topo da lista, os técnicos definiram que serão imunizados pacientes considerados de alto risco.

A data para o início da vacinação ainda não foi divulgada. A imunização de idosos ainda não foi concluída no Estado.

Pessoas com Síndrome de Down, com doença renal crônica e dependentes de hemodiálise, transplantados e pessoas com deficiência permanente serão vacinados primeiro. Grávidas ou pessoas que acabaram de dar à luz, e que tenham comorbidades também entrarão no grupo prioritário. As demais serão vacinadas na segunda etapa (veja a lista mais abaixo).

Na primeira fase, a vacinação será para todos que tenham mais de 18 anos e se enquadrem nas condições de saúde definidas pelo Estado. Na segunda fase, serão vacinadas pessoas de 50 a 54 anos. Depois será para quem tem 45 a 49, 44 a 40 anos, 35 a 39, 30 a 34 e, por fim, de 18 a 29 anos.

Quem terá prioridade:

  • Pessoas maiores de 18 anos com Síndrome de Down;
  • Pessoas maiores de 18 anos com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise);
  • Pessoas maiores de 18 anos com transplante de órgão sólido ou de medula óssea;
  • Gestantes e puérperas maiores de 18 anos com comorbidades;
  • Pessoas maiores de 18 anos com alguma deficiência permanente cadastradas no BPC (Benefício de Prestação Continuada);
  • Pessoas com comorbidades e deficiência permanente entre 55 a 59 anos.

Quem entrará na segunda fase de vacinação no grupo de comorbidades:

  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
  • Hipertensão arterial estágio 3;
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo;
  • Insuficiência Cardíaca;
  • Cor pulmonale e Hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós-Infarto Agudo do Miocárdio, outras);
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias;
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas;
  • Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatias congênitas no adulto;
  • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados;
  • Doença cerebrovascular.

Vacinação

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES) até sexta-feira (30) foram aplicadas 1.648.406 doses de imunizante contra a Covid-19. Desse conjunto, 1.061.656 correspondem à primeira dose e 586.750, à segunda.

A Covid-19 já causou 13.628 mortes em Santa Catarina. Segundo o boletim divulgado pelo governo estadual na noite de domingo, 891.697 pessoas já foram diagnosticadas com o vírus em território catarinense.

G1 SC