Secretário de Saúde do estado diz que Lacen está sem kits para testes

O número de casos confirmados do novo coronavírus em Santa Catarina subiu de 219 para 235 e o Laboratório Central (Lacen) do estado está atualmente sem kits para fazer testes da doença, divulgou o governo estadual em coletiva na noite desta terça-feira (31). Do total de pacientes, 22 estão internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Duas mortes já foram registradas em decorrência da Covid-19, sendo dois homens idosos.

“O Ministério da Saúde nos informou que ia entregar kits na data de hoje, não foram entregues. Temos uma previsão de entrega no dia de amanhã”, disse o secretário de estado da Saúde, Helton Zeferino, sem detalhar desde quando o Lacen está sem o material. E declarou que o estado depende da pasta do governo federal por “uma questão de contratação do laboratório” que fornece os insumos para todo o país.

Paralelamente à remessa do Ministério da Saúde, o governo catarinense comprou 50 mil kits de testagem. Zeferino disse ainda que o estado também já identificou um laboratório com capacidade operacional para produzir, a fim de comprar outros 4 mil testes. “Nós já estamos adquirindo”, falou.

O governo publicou na noite de segunda (30) o decreto que prorroga até o dia 7 de abril as medidas de isolamento e restrição social. Na mesma noite, foi confirmada pelo estado a segunda morte provocada por coronavírus. A vítima foi o empresário Mário Roberto Borba, de 68 anos, que teria contraído a doença em viagem aos Estados Unidos.

Casos

Com as duas mortes, a letalidade da doença Covid-19 em Santa Catarina é de 0,8%. Já o aumento do número de casos em relação ao último boletim é de 7,3%. Porém, o governador Carlos Moisés (PSL) afirmou na coletiva que é possível que haja mais casos do que os confirmados, já que pode haver pacientes que não fizeram testes.

Comente Abaixo