Segunda etapa da vacinação contra Influenza vai até 08 de junho

A segunda etapa da 23ª Campanha de Vacinação contra a Influenza (H1N1) ocorrerá até dia 08 de junho. No total, já foram vacinadas mais de 12,9 mil pessoas, entre crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, povos indígenas, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, idosos e professores.

Neste momento, Balneário Camboriú segue imunizando idosos com 60 anos ou mais e profissionais da educação das redes públicas e privadas com mais de 18 anos. A imunização ocorre, das 8h às 17h, na Unidade Básica de Saúde Central, na Rua 1.500, e no drive-thru, localizado ao lado do CEM Ivo Silveira. Nas demais unidades ocorre das 8h às 12h e das 13h30 às 17h. É necessário levar a carteira de vacinação e documento oficial com foto.

Idosos acamados podem agendar a vacinação através do telefone (47) 3267-7049.

3ª etapa da campanha

A terceira e última etapa ocorrerá do dia 09 de junho até 09 de julho em pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, formas armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade, adolescentes e jovens com medidas socioeducativas.

Covid-19

A pessoa que foi imunizada contra a Covid-19, precisa aguardar pelo menos 14 dias após as duas doses da vacina para ser vacinada contra a Influenza. As pessoas que apresentarem sintomas (febre, dor no corpo e falta de ar) não podem ser vacinadas. Caso tenham testado positivo para Covid-19, é necessário aguardar 30 dias sem apresentar sintomas para que a imunização seja aplicada.

Prevenção

A transmissão dos vírus Influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). Medidas simples podem evitar a doença, como: utilizar a máscara; manter distanciamento social; lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.