Sem Achismos: Carlos Humberto deixa a Secretaria de Planejamento

O vice-prefeito Carlos Humberto Metzner Silva deixará a secretaria de planejamento de Balneário Camboriú no início do mês de março.

Apesar das diversas especulações e vários achismos que rondam a sua saída da pasta, o vice-prefeito é curto e grosso na resposta ao questionamento. “Vou sair de viagem com a minha família para tratar de negócios e me preparar para as eleições de 2020”, resumiu Carlos Humberto.

O assunto já foi abordado pelo vice-prefeito em uma entrevista recente ao jornalista Luiz Carlos Tigrão. Portanto, não é novidade nenhuma e já descarta um monte de “achismos” que vem sendo falado por diversos colunistas.

“Já enviei ao secretário de articulação um ofício para que peça autorização do legislativo, caso haja necessidade, para o período que estarei fora.” explanou o vice-prefeito que ainda frisou que já havia tratado o assunto com o Prefeito Fabrício Oliveira sobre o assunto.

Segundo CH, a sua reserva em um dos hotéis que pretende ficar, já foi feita no mês de janeiro. Esse é um compromisso profissional, relacionado a sua empresa, já planejado desde o final do ano passado, o que acaba com qualquer tipo de especulação

“Eu sou presidente do PL municipal, temos um compromisso político firmado desde 2016 e vamos permanecer juntos em 2020. Voltando de viagem em março, vou me dedicar exclusivamente ao projeto que temos juntos. O prefeito Fabrício já sabia da minha viagem e formalizei isso na data de ontem (20)”.

Quanto a descompatibilização ao cargo, embora a legislação permita que o vice-prefeito permaneça no cargo, a lei proíbe que secretários municipais, que pretendem concorrer a cargo eletivo, permaneçam em até 4 meses antes do pleito eleitoral.

Carlos disse que prefere se desligar já para que, se houver atrasos em sua viagem ou qualquer outro imprevisto, não dê problemas com a legislação eleitoral vigente. Sem contar que como secretário municipal, existe pautas que precisam ser acompanhadas e serão coordenadas pelo próximo secretário.

 

Por Gian Del Sent

Comente Abaixo