Sensação térmica de 50°C no sul de SC


A madrugada do dia 26 de dezembro foi a segunda mais quente do ano em Curitiba, capital do Paraná. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 20,7°C de temperatura mínima. Esta foi a maior mínima em Curitiba em 8 meses, desde 9 de abril, quando a temperatura mínima também foi de 20,7°C.

O calor continuava muito intenso por quase todo o Sul do Brasil no começo da tarde desta segunda-feira, 26. Às 14h (Brasília), pela medição das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia, cidades da Grande Porto Alegre e do sul de Santa Catarina estavam entre as 10 mais quentes do Brasil. Em Urussanga (SC), a temperatura era de 36,8°C e em Campo Bom (RS), a temperatura chegou aos 38°C, às de 13h.

O aeroporto de Porto Alegre registrava 37°C, às 15h, e às 14h, a sensação térmica no aeroporto de Criciúma chegou aos 50°C , com temperatura real do ar de 37°C.

O aumento da temperatura no pode ser explicado pela combinação de muitas horas com sol forte e os ventos quentes que predominam sobre a Região Sul. A aproximação de uma frente fria colabora para aumentar o calor, pressionando o ar quente que já está sobre a Região Sul.

Calor pode bater recorde em Florianópolis

A terça-feira, 27 de dezembro poderá ser com recorde de calor em , capital de Santa Catarina. A Climatempo prevê temperatura de 38°C e se for confirmada será a maior temperatura em Florianópolis em 2016 e também a maior temperatura na cidade desde 12 de janeiro de 2015 quando a temperatura também chegou aos 38°C, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Foto: Climatempo

Alerta para temporais

O calor diminuiu só na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai por causa do aumento da nebulosidade e da chuva de uma frente fria. Uruguaiana foi o lugar mais quente do Brasil no dia de Natal, com temperatura de 38,6°C, mas com a chuva, a temperatura despencou nesta segunda-feira. Na madrugada, a temperatura ainda chegou aos 29°C, mas às 15h já havia baixado para 21°C.

Esta frente fria avança pelo litoral da Região Sul nas próximas 48h estimulando a formação de muitas nuvens carregadas sobre todos os estados que vão provocar temporais no decorrer da semana. Confira alerta para a Região Sul.

Foto: Climatempo

Mesmo após o afastamento desta frente fria, . Além da chuva intensa, há risco de ventania.

Esta frente fria traz pouco ar polar, mas o aumento da nebulosidade e a chuva vão diminuir o calor no Sul no decorrer da semana.

Foto: Climatempo

Comente Abaixo