Servidores municipais de Itajaí decretam estado de greve por reajuste salarial

Os servidores públicos municipais de Itajaí decidiram por unanimidade decretar estado de greve. A categoria está mobilizada em lutar por um reajuste real. Dessa forma, foi mantida a reivindicação inicial de 12% de aumento. O governo municipal teria anunciado a reposição apenas da inflação.

A confirmação ocorreu na noite desta terça-feira (3) após assembleia geral realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Região da Foz do Rio Itajaí (Sindifoz).

Durante a assembleia, os dirigentes sindicais destacaram que os servidores terão perda salarial de 3%, a partir de julho. Será quando entrará em vigor a mudança da alíquota previdenciária de 11% para 14%, em projeto de lei do Poder Executivo, aprovado na Câmara de Vereadores no último mês.

Com isso, no entendimento da categoria, é necessário que essas perdas sejam repostas através do aumento real nos vencimentos dos trabalhadores.

Já a prefeitura de Itajaí informou, por meio de nota, que está agendada uma reunião com representantes do Sindifoz. O encontro será na sexta-feira (6), às 15h. Será a partir dali que haverá o início das negociações para o reajuste salarial de 2020.