Suposto representante da Lamborghini está sendo processado por montadora italiana por uso indevido de marca

Foto: Diarinho/Divulgação

Um suposto representante da montadora Italiana Lamborghini tem realizado uma série de visitas no estado de Santa Catarina. Em Balneário Camboriú, o jornal Diarinho publicou com exclusividade a visita do sr. Jorge Antonio Fernandez Garcia, também conhecido como “Joan Fercí” ao prefeito da cidade Fabrício Oliveira.

De acordo com o “executivo”, a empresa teria interesse em novos negócios no Estado e teria escolhido Balneário Camboriú para os investimentos. A visita é sempre acompanhada por Gilson Pierri, empresário do alto vale. No Estado, a visita com a governadora foi intermediada pelo deputado Milton Hobus (PSD).

Leia também:
Fábrica da Lamborghini no Brasil? Não é bem assim. Entenda
Encontro de políticos com “Dono da Lamborghini” vira piada em Santa Catarina

Acontece que Joan Ferci, ou simplesmente Jorge Garcia, não tem vínculo algum com a montadora italiana de carros esportivos. Jorge simplesmente criou uma empresa no México se auto-intitulando como a Lamborghini Latinoamericana.

A iniciativa de Jorge está rendendo um processo judicial nos Estados Unidos e na Itália por conta do uso indevido, e sem autorização, da marca Lamborghini e seus produtos registrados. Informação foi confirmada por Gerald Kahlke, diretor de comunicação da marca italiana.

Gilson Pierri, que acompanha os encontros, é empresário em Rio do Sul. Pierri é sócio da empresa “Automobili Lamborghini do Brasil Participacoes S.A.”, mais uma empresa que nada tem a ver com a montadora italiana e apenas copia o nome. A empresa tem sede no Bairro Barra do Trombudo, área urbana/rural a cerca de 10km do centro da cidade de Rio do Sul.

A reportagem até tentou pegar uma imagem da fachada da empresa, mas o Google Street View não tem registro daquela rua. Pela imagem do satélite, é um terreno grande com duas casas, embora no CNPJ, apresente como “Sala 01”. A empresa se apresenta como holding, ou seja, não produz nada e nem presta serviços, apenas gerencia outras empresas.

Fabrica de Carros? 

Na empresa de Jorge Garcia, ele pode até querer construir carros, como já tentou em outra ocasiões, mas não se trata dos esportivos italianos conhecidos mundialmente. A história de Jorge com a Lamborghini é nebulosa e antiga. Uma matéria do Portal UOL trouxe muitos detalhes. Link no final do texto.

“Independente” 

No próprio site da “Lamborghini Latinoamérica” ele informa que trabalha de forma “independente”. Embora o site traga várias fotos dos exemplares italianos, ele se intitula um entusiasta que basicamente quer criar produtos de luxo com o nome da montadora.

A ideia de Jorge de construir carros é tão utópica que ele diz no próprio site que é apenas um objetivo futuro.

“Fabricar automóviles Lamborghini, con los desafíos del presente y futuro impulsando a las industrias Latinoamericanas, sin perder la esencia artesanal y buscando el bien social.”

“Fabricar automóveis Lamborghini, com os desafios do presente e do futuro impulsionando as indústrias latino-americanas, sem perder a essência artesanal e buscando o bem social.”

É basicamente um construtor de réplicas que usa uma falha em um contrato dos anos 90, para usar indiscriminadamente o nome da montadora italiana para se promover e tentar ganhar fortunas.

Que investimentos? 

Tanto no encontro com a governadora Daniela Reinher, quanto com o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, o mexicano não é claro nos investimentos que pode aplicar na cidade e no estado. Se resumem a dizer que os investimentos que a Lambroghini pretende trazer ao Brasil “são diversificados”.

Recentemente, a Lamborghini se pronunciou sobre as atividades de sua “filial” latino-americana após ser procurada pelo site “Autoblog Argentina”.

“A Automobili Lamborghini S.p.A tomou conhecimento de que o senhor Jorge Antonio Fernandez Garcia, também conhecido como ‘Joan Fercí’, se reuniu com o presidente do Paraguai, Mario Abdó Benitez, para conversar sobre o desenvolvimento e produção de um veículo elétrico com a marca Lamborghini. A Lamborghini não tem conhecimento de nenhum tipo de negócio relacionado com entidades na América Latina ou com o senhor Garcia e não tem intenções de produzir automóveis no Paraguai. A Lamborghini, inclusive, está prosseguindo com um processo judicial nos Estados Unidos e na Itália contra o senhor Garcia por conta do uso indevido e sem autorização da marca Lamborghini e seus produtos registrados”,

Papo Furado

A verdade é que Jorge Garcia continua correndo os países para tentar vender a ideia de instalar sua fábrica de carros, usando o nome da Lamborghini.

Já os gestores, na ânsia de fazer uma mídia em cima da situação, se deslumbram com as conversas e propostas, para fazer notícia e não são capazes de procurar saber com quem estão falando.

No fim das contas, é tudo papo furado.

Matéria completa no site UOL, falando da trajetória “estranha” de Jorge Antônio Fernandez Garcia, o suposto representante da Lamborghini.  https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2019/10/07/veja-a-estranha-historia-do-mexicano-que-quer-fazer-lamborghini-no-paraguai.htm


 

Suposto representante da Lamborghini está sendo processado por montadora italiana por uso indevido de marca
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent