Suspeito confessa ter matado Bruno Pereira e Dom Phillips, diz TV

Um dos suspeitos pelo desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, confessou nesta quarta-feira (15) ter matado os desaparecidos.

Segundo informação do jornalista Valteno de Oliveira, da BandNews, um dos homens presos pela Polícia Federal, Osney da Costa, afirmou que ele e Amarildo dos Santos mataram Pereira e Phillips.

Os corpos teriam sido decapitados, queimados e enterrados em uma vala no Vale do Javari, na Amazônia. De acordo com a notícia, o homem foi levado pela Polícia Federal até o local onde os corpos foram enterrados.

O motivo da morte seria o flagra de crime ambiental feita pelo jornalista e pelo indigenista, em que os suspeitos estariam pescando ilegalmente.

Ainda de acordo com o jornalista, a Polícia Federal deve conceder uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, informando sobre o encerramento das buscas.

Publicidade