Tartaruga-gigante rara com 225 quilos é encontrada morta em Porto Belo

Uma tartaruga-de-couro foi encontrada morta em Porto Belo, no Litoral Norte catarinense. Considerada rara em regiões costeiras, ela media 1,25 metro, pesava 225 quilos e precisou ser carregada por um carrinho pelos pesquisadores. Segundo a lista do Ministério do Meio Ambiente, o estado de conservação do animal é considerado criticamente em perigo para extinção.

tartaruga-gigante foi encontrada no dia 19 de agosto na praia de Perequê, mas a informação só foi divulgada na sexta-feira (27) pelo Projeto de Monitoramento de Praias, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali). É o sétimo indivíduo da espécie localizado no trecho monitorado pelo grupo.

indivíduo era um macho subadulto, que passou pela fase juvenil, mas ainda não possui as características típicas de um adulto. A carcaça estava em estágio avançado de decomposição e passou pelo exame de necropsia em uma Unidade de Estabilização de Animais Marinhos, em Penha, no Norte catarinense.

Animal encontrado era um macho subadulto, que passou pela fase juvenil, mas ainda não possui as características típicas de um adulto — Foto: Projeto de Monitoramento de Praias/Divulgação
Animal encontrado era um macho subadulto, que passou pela fase juvenil, mas ainda não possui as características típicas de um adulto — Foto: Projeto de Monitoramento de Praias/Divulgação

Animal foi localizado no dia 19 de agosto, mas a informação só foi divulgada na sexta-feira (27) — Foto: Projeto de Monitoramento de Praias/Divulgação
Animal foi localizado no dia 19 de agosto, mas a informação só foi divulgada na sexta-feira (27) — Foto: Projeto de Monitoramento de Praias/Divulgação

O exame das vísceras foi prejudicado pelo estágio avançado de decomposição, apesar disso, algumas informações puderam ser obtidas, como o achado de fragmentos de exoesqueletos de crustáceos encontrados na triagem do trato gastrointestinal, indicando que o animal estava se alimentando.

Segundo os pesquisadores, foi observada palidez renal grave, que poderia indicar um processo degenerativo renal e edema subcutâneo generalizado, que pode ocorrer em casos de distúrbios renais. As causas da lesões, assim como a da morte, não foram confirmadas.

Carcaça estava em estágio avançado de decomposição — Foto: Projeto de Monitoramento de Praias/Divulgação
Carcaça estava em estágio avançado de decomposição — Foto: Projeto de Monitoramento de Praias/Divulgação

Tartarugas-de-couro

As tartarugas-de-couro só se aproximam das praias na fase de desova, em época reprodutiva. No Brasil, os principais ninhos estão localizados no Litoral Norte do Espírito Santo.

Outro nome popular da espécie é tartaruga-gigante, pois o comprimento curvilíneo da carapaça pode chegar a mais de 1,90 metro, pesando até 500 quilos.

Orientações

Caso encontre um animal marinho ferido ou morto na praia, a equipe da PMP-BS orienta:

  • Acione as equipes do PMP-BS pelo telefone 0800 642 3341. A ligação é gratuita e funciona diariamente das 8h30min às 17h30min;
  • O projeto é realizado desde Laguna até Saquarema (RJ), sendo dividido em 15 trechos. A Univali monitora o Trecho 4, compreendido entre Barra Velha e Governador Celso Ramos.