TPA de Bombinhas já arrecadou mais de R$ 7,5 milhões

Bombinhas, no Litoral Norte, está no sexto ano de cobrança da Taxa de Preservação Ambiental (TPA) para quem vai de carro visitar as praias do município. Até este sábado (29), mais de R$ 7.534.083,24 milhões já foram arrecadados, um número 10% maior do que no ano passado. A cobrança começou em 15 de novembro e termina em 15 de abril.

Entrar em Bombinhas de carro custa R$ 28. Mesmo com reclamações, parece que ninguém deixa de ir para a cidade por causa disso.

Até quinta (27), mais de 536 mil carros tinham passado pela praça de cobrança. O número é 90% maior do que no mesmo período da temporada anterior, quando 281.252 carros entraram na cidade.

Mas como nem todos pagam na hora, o valor arrecadado não acompanha o crescimento, por enquanto. Mesmo assim, o montante da TPA este ano é 10% maior se comparado ao mesmo período do ano passado, quando o valor era de 6.791.715,97 milhões.

Uso da TPA

Grande parte desse valor vai pra manutenção do próprio sistema. Mais de R$ 2 milhões serão pagos nesse ano para a empresa responsável por isso, contratada através de licitação.

O restante vai pra ações de preservação do meio ambiente. Nesse ano, o governo disse que vai gastar, por exemplo, na desapropriação de terrenos no Parque Natural Municipal da Costeira de Zimbros.

O pedágio é cobrado desde 2015 em Bombinhas. Em novembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou por unanimidade que a cobrança é constitucional.

Comente Abaixo