Três regiões de SC zeram fila por leito, mas só uma tem 52% dos pacientes à espera de vaga

O número de regiões que conseguiu zerar a fila de espera por um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) chegou a três em Santa Catarina. Depois de Chapecó e Grande Florianópolis reestruturarem seus sistemas de saúde para atender a demanda, a Serra também não tem mais pacientes aguardando por um leito para tratamento intensivo.

São 125 pessoas aguardando um leito de UTI em Santa Catarina – Foto: Divulgação/SES/ND
São 125 pessoas aguardando um leito de UTI em Santa Catarina – Foto: Divulgação/SES/ND

Em contrapartida, são 125 pessoas em todo o Estado que precisam de uma UTI para tratamento da Covid-19. A região que concentra o maior número de pacientes continua sendo a Norte Nordeste de Santa Catarina, com 52% do número total de pacientes catarinenses. São 60 pessoas precisando de uma transferência, 42 só em Joinville, o epicentro da pandemia no Estado.

Os dados foram atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde na segunda-feira (12). A taxa de ocupação total em leitos de UTI SUS é de 96,11% em Santa Catarina, que já soma mais de 839 mil casos confirmados desde o início da pandemia e 12.099 catarinenses perderam a vida para a Covid-19.

Veja a fila nas regiões:

Grande Oeste – Chapecó: 0

Meio Oeste – Joaçaba: 18

Serra – Lages: 0

Norte Nordeste – Joinville: 60

Vale – Blumenau: 6

Foz – Itajaí: 10

Sul – Criciúma: 31

Grande Florianópolis: 0

 

ND Online