Turismo está otimista com alargamento da Praia Central de BC

Nesta sexta-feira (18), o presidente do Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Balneário Camboriú (Sindisol), Isaac Pires, participou da cerimônia de entrega da Licença Ambiental de Instalação (LAI) para alargamento da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú e assinatura do início da obra. O ato contou com a presença do Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, do Poder Público Municipal e de entidades ligadas aos setores produtivos da cidade, com ênfase ao turismo. A assinatura e entrega da licença aconteceu na Avenida Atlântica, no Atracadouro Barra Sul.

Representando uma rede hoteleira com mais de 24 mil leitos na cidade, e cerca de 200 estabelecimentos ligados ao setor gastronômico, o Sindisol recebeu com otimismo o anúncio da obra.

Hoje com 25 metros de largura, a faixa de areia deve alcançar os 70 metros após o alargamento. O presidente da entidade, Isaac Pires, comenta que esta é uma reivindicação antiga da cidade e, principalmente, uma necessidade. “Com o passar dos anos, fomos perdendo faixa de areia, e isso reflete diretamente no uso da praia. Como temos em nossas praias um dos principais atrativos turísticos, esta obra representa uma renovação dos espaços na Praia Central, nosso principal cartão postal em Balneário Camboriú”, afirma.

Pires menciona que a iniciativa irá refletir em várias frentes, mas também de forma positiva na imagem da cidade e do Estado, ampliando a visibilidade da região em nível nacional e potencializando a divulgação dos atrativos locais. “O anúncio da obra vem num momento muito importante para o nosso turismo, um momento em que precisamos mostrar que seguimos em ação, cuidando da nossa cidade, vigilantes em todas as frentes e focados na qualidade do que oferecemos a nossos moradores e visitantes”, completa, ressaltando também os ganhos ambientais que estão por vir. “Acreditamos que, com o alargamento da faixa de areia e todo o suporte que a obra traz consigo, as ressacas do mar – que tantos prejuízos causam quando ocorrem – também serão minimizadas, conferindo mais tranquilidade a todos. Esta é uma grande conquista para Balneário Camboriú”, finaliza.