Unidades de ensino passam por reformas durante paralização

Desde o dia 18 de março, as aulas na Rede Municipal de Ensino de Balneário Camboriú estão suspensas, seguindo a regulamentação do Governo de Santa Catarina para minimizar o contágio do coronavírus. No entanto, enquanto os Centros Municipais de Ensino (CEMs) e os Núcleos de Educação Infantil (NEIs) permanecem sem a presença dos alunos e professores, as unidades passam por obras de infraestrutura, conservação e manutenção.

Após o início da quarentena, a equipe da manutenção tem realizado mutirões, iniciando pelo NEI São Judas Tadeu, no Bairro São Judas, que ficou 100% finalizado. Nesse momento, também no Bairro São Judas, os trabalhos ocorrem no NEI Rio das Ostras. Ainda estão sendo feitos reparos no CEM Governador Ivo Silveira, no Bairro dos Estados. Outras duas unidades de ensino, o NEI Taquaras, na região das praias agrestes, e o CEM Professor Armando Cesar Ghislandi, no Vila Real, passam por reformas.

No período de 6 de janeiro a 5 de maio, foram atendidos 23 núcleos de educação, 11 CEMs, um polo bilíngue, e ainda, o Projeto Oficinas CEAC. Com os serviços realizados, no total, foram executadas 149 ordens de serviço, até o momento. Vale ressaltar que a execução dos serviços respeita as recomendações de proteção contra o coronavírus.

“As intervenções realizadas nas unidades escolares são necessárias para melhorar as condições de ensino e aprendizagem de mais de 15 mil crianças e estudantes que integram a rede municipal” , ressalta a secretária de Educação, Rosangela Percegona Borba.

Comente Abaixo