UTI Neonatal do Ruth Cardoso está lotada. Recém-nascidos estão sendo transferidos

A direção do Hospital Municipal Ruth Cardoso, preocupada com a integridade do binômio mãe/recém-nascido, vem informar que a ala de UTI Neonatal está com todos os leitos ocupados com recém nascidos prematuros, sendo necessária, para manutenção da vida dos bebês e das mães de prematuros, a transferência para outros hospitais.

Segundo a Diretora Geral do Ruth Cardoso, Syntia Sorgato, é necessária a compreensão das gestantes e mães de prematuros sobre a importância dessas transferências: “Para o bem das mães gestantes de prematuros e dos bebês, para manutenção da vida, é imprescindível que elas sejam transferidas para hospitais que tenham vagas, e que essas transferências sejam procedidas rapidamente, assim que a vaga estiver disponibilizada”, explica Syntia.

“Lembrando que a melhor incubadora é o útero materno, portanto, o ideal é que a transferência ocorra antes do parto”, explica Dra Ceres Felski, Diretora Técnica do Ruth Cardoso.

No momento nove bebês prematuros estão internados na UTI Neonatal do Hospital Municipal Ruth Cardoso, sendo que o hospital tem disponível 6 vagas. Os leitos estão ocupados por 1 bebê de Balneário Camboriú, 1 de Porto Belo, 1 de São Gabriel do Oeste-MS, 2 de Camboriú e 4 de Itapema.

Foram notificados pela Direção do Hospital a Regional de Saúde da Foz do Rio Itajaí, que acionou a Superintendência Estadual de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde para encaminhamentos e solução da situação, com disponibilidade de vagas para os recém nascidos e gestantes internadas com prematuro em outros hospitais.

Lembrando que partos de Alta Complexidade, de bebês prematuros, de gestantes com Hipertensão, Diabetes, Pré eclampsia ou outra gravidade, devem ser encaminhados para a referência da Região da Foz do Rio Itajaí, que é o Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen.

Publicidade