Vem frio intenso para o sul do Brasil nos próximos dias

Amanhecer em Urupema — Foto: Marleno Muniz Farias/Arquivo Pessoal

Primeira forte massa de ar polar do ano pode chegar ao Brasil no próximo fim de semana.

É que indicam os modelos meteorológicos analisados pela MetSul. A maioria das simulações computadorizadas aponta hoje uma forte incursão de ar polar de trajetória continental ingressando no território brasileiro na virada do mês.

Modelo GFS está entre os que indicam a primeira forte massa de ar polar do ano ingressando no Brasil no final de maio | MetSul.com

Várias massas de ar frio já alcançaram o Centro-Sul do Brasil neste outono e provocaram um alto número de dias com mínimas negativas até agora na estação. Ocorre que estas incursões não chegaram a ser muito fortes e o ar muito seco associado foi determinante para as mínimas muito baixas. Isso fez com que as madrugadas fossem muito frias, mas as tardes agradáveis. Quando uma massa de ar polar de maior intensidade atua o dia todo tende a ser frio com mínimas e máximas baixas mesmo com sol.

Os dados analisados de hoje apontam que esta massa de ar polar derrubaria a temperatura não apenas no Sul do Brasil, mas também no Centro-Oeste e parte do Norte com friagem no final deste mês e no começo de junho. Com isso, não apenas capitais como Porto Alegre ou Curitiba teriam frio, mas também cidades como São Paulo e Campo Grande.

Projeção de temperatura para o amanhecer do dia 31 de maio pelo modelo norte-americano GFS | MetSul.com

Em suas últimas projeções, o modelo europeu chega a indicar mínimas de 3ºC para Porto Alegre e ao redor de 0ºC para a região metropolitana no final de maio e início de junho. Para o interior, mínimas abaixo de zero em grande número de municípios com marcas tão baixas quanto -5ºC a -7ºC nos locais de maior altitude do Estado. Nenhum dado hoje aponta neve, mas apenas geada generalizada.

É ÉPOCA PARA A PRIMEIRA FORTE MASSA DE AR POLAR DO ANO

As primeiras incursões de ar mais gelado do ano costumam ocorrer na segunda metade de maio e durante o mês de junho, logo concretizando-se as projeções o ar polar mais forte estaria chegando na época tradicional. Vale lembrar, em um contexto histórico, que o fim de maio de 1979 teve uma poderosa erupção de ar polar no Sul do Brasil. Foi o evento que ficou conhecido por trazer neve no jogo do Esportivo e do Grêmio em Bento Gonçalves (leia mais).

O denominado inverno climático está distante apenas uma semana, ademais. Diferente do inverno astronômico, o chamado inverno climático é compreendido pelo trimestre de junho a agosto (JJA). É usado como referência na climatologia mundial, no caso do Hemisfério Sul, para análise de temperatura. Assim, se pelo critério astronômico falta quase um mês para o começo da estação fria, pelo critério climático ela é iminente.

TENDÊNCIA A SE VERIFICAR

Os indicativos de uma forte massa de ar polar na virada do mês são hoje uma tendência. Falta uma semana ainda e as projeções estão sujeitas a alterações e correções.

Nesse sentido, ao longo da semana se terá uma ideia melhor da intensidade e das conseqüências desta incursão fria. Portanto, fique ligado em nossa página, em nosso canal no YouTube e nas demais mídias sociais da MetSul.

E, fique atento, que mesmo antes desta massa de polar possível do próximo fim de semana temos outra chegando agora e que vai trazer madrugadas de temperatura baixa agora na primeira metade desta semana que está começando.

MetSul