Vereador quer multar quem dá esmola em Balneário Camboriú

Depois do vereador Marcos Kurtz querer em 2017 multar quem pedisse dinheiro na cidade, agora é a vez de um vereador querer multar quem dá esmola em Balneário Camboriú. Algo do tipo “Eu mando no que você faz com o seu dinheiro”.

Em 2017, o projeto para multar pedintes chegou a ser aprovado na câmara, mas foi vetado pelo prefeito.

O projeto polêmico para multar quem ajuda o próximo é do vereador David La Barrica (Patriota) e pretende contribuir para redução de andarilhos multando as pessoas que forem flagradas dando esmolas em Balneário Camboriú.

Segundo o parlamentar, o objetivo da lei não é multar, mas sim criar a consciência na comunidade de que o ato de dar esmolas na grande maioria dos casos alimenta o vício de usuários em drogas e contribui para que mais pessoas em situação de vulnerabilidade ocupem as ruas da cidade.

“Não quero simplesmente punir as pessoas, é mais um ato de conscientizar as pessoas a não dar esmola, um pedido que eu faço a cada um, não dê esmola, só assim vamos estar ajudando. Fizemos uma pesquisa e 99% das pessoas que estão pedindo dinheiro na rua não estão levando dinheiro para sustentar a família, estão sustentando o seu vício em drogas e álcool”, destacou.

NDR – Mais uma vez o município vai emplacar negativamente em todo Brasil. Se o poder público não dá conta de resolver o problema, não cabe ao próprio ditar regras no bem privado. Ao invés de legislar neste caso, o vereador deveria cumprir com sua outra função que é fiscalizar o trabalho do executivo neste sentido, cobrando ações mais assertivas para a solução do problema. (Nós da Redação)

Com informações de Portal Menina

Publicidade