VÍDEO: Orcas aparecem e dão um show na praia de Bombinhas

Um clã de orcas fêmeas passou pelo mar de Bombinhas no sábado (09) e encantou moradores e turistas.

Algumas pessoas que estavam em embarcações filmaram a passagem da matriarca com os seus filhotes pela ilha do Macuco. Pelo menos cinco orcas foram avistadas.

CONFIRA 

O professor Jules Souto, curador do Museu Oceanográfico da Univali, explica que as orcas são na verdade os maiores golfinhos do oceano, mas no Brasil a gente acaba chamando de orca.

No grupo avistado neste final de semana só havia fêmeas. “Não temos encontrado machos, somente as fêmeas. Temos uma matriarca dominante. Os filhotes vêm bisbilhotar no barco e a fêmea vem até os filhotes para tirá-los dali e marcar presença”, explica.

O professor comenta que as orcas são animais que estão em constante migração, geralmente em busca de águas mais frias como na Patagônia. Jules diz que não há uma época do ano que elas aparecem com maior ou menor frequência.

Karina Groch, diretora de Pesquisa do Instituto Australis, explica que as aparições de orcas na nossa região são raras porque elas não têm frequência migratória e nem uma área de reprodução. “A gente tem tido essas aparições esporádicas. O instituto registrou uma aparição há dois anos”, explica.

A orca é o membro da família dos golfinhos de maior porte e é um superpredador versátil. A espécie se alimenta de peixes, moluscos, aves, tartarugas, focas, tubarões e animais de tamanho maior quando caçam em grupo.

As orcas nadam numa velocidade de até 56 km/h. A fêmea tem expectativa de vida de 29 anos e o macho de 17. Os machos pesam em média cinco toneladas e as fêmeas três toneladas. Medem de cinco a oito metros de cumprimento.