Viveiro da Mata Atlântica distribuiu mais de 7 mil mudas desde 2017

Localizado no Parque Natural Municipal Raimundo Gonçalez Malta, o Viveiro da Mata Atlântica já distribuiu à população 7.216 mudas de janeiro de 2017 a maio de 2019.

A retirada das plantas é gratuita e pode ser feita nas terças e quintas-feiras, das 13h30 às 18h. “Este é um serviço público ambiental que merece reconhecimento, pois fomenta a prática sustentável de plantio de árvores nativas, contribuindo para a minimização dos gases do efeito estufa e, por consequência, na mitigação do aquecimento global”, diz a diretora do Departamento de Fitoterapia da Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM), Nayara M. Hirsch, ressaltando que o aquecimento global é uma das maiores preocupações das grandes organizações internacionais, como a ONU.

No Viveiro, que conta com mais de 50 espécies de árvores nativas, são dadas orientações sobre o plantio e informações sobre as plantas. As mudas retiradas devem ser cultivadas em áreas privadas. As espécies são frutíferas, ornamentais, recuperadoras de áreas degradadas ou destinadas à arborização urbana, de pequeno, médio e grande porte. Entre elas, estão quaresmeira, ingá-feijão, ipê e araçá. Em estoque, o Viveiro tem mais de 6 mil mudas.

“Considerando a arborização do município e os poucos espaços verdes, o estímulo para o plantio de árvores nativas é de extrema importância para o desenvolvimento sustentável da cidade”, comenta o monitor do Parque Raimundo Malta e engenheiro florestal, Denis Gleich.

Comente Abaixo