Acidente com ônibus na BR-376 deixa 21 mortos e 33 feridos

Um acidente com um ônibus na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, deixou 21 mortos na manhã desta segunda-feira (25), de acordo com o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Segundo a polícia, 33 pessoas foram socorridas feridas, sendo sete delas em estado grave e seis com ferimentos moderados. O acidente aconteceu na altura do km 668, no trecho conhecido como Curva da Santa, por volta das 8h30.

Leia também: Ônibus com mais de 50 passageiros despenca na BR-376. Há diversos mortos e feridos

Corpo de Bombeiros emitiu uma nota com os números totais do atendimento:

Segundo informações, ônibus de turismo com placas do Pará saiu da pista e tombou na lateral da via. Pelo repassado, com atualização, havia 52 passageiros mais 2 motoristas.

ATUALIZAÇÃO

– 21 óbitos;
– 7 vítimas graves;
– 6 vítimas moderadas;
– 20 vítimas leves.
Todas as vítimas já encaminhadas a hospitais da região. As mais graves encaminhadas via aeronave para o Hospital Cajuru (em Curitiba/PR) e Hospital São José (em Joinville/SC). Vítimas leves e moderadas foram encaminhadas por ambulâncias a hospitais em Garuva e Joinville (ambas cidades de SC).
Todos os óbitos sendo encaminhado ao IML em Curitiba.

Recursos no local:
-Caminhões de Combate a Incêndio e Resgate do Corpo de Bombeiros do PR;
-Ambulâncias do Corpo de Bombeiros do PR;
-Viaturas de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros do PR;
-Aeronaves do BPMOA (PR);
-Polícia Civil do PR;
-Polícia Científica PR;
-IML PR;
-Viaturas da Concessionária Litoral Sul;
-PRF;
-Aeronaves Águia de Santa Catarina;
-Viaturas do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina.
-Polícia Militar de Santa Catarina;
-SAMU.

O Corpo de Bombeiros do Paraná continua no local até a finalização dos trabalhos do Instituto Médico Legal, e atua, também, com cães de busca na região para localização de possíveis vítimas que possam ter sido ejetadas. Até o momento, não foi repassado ao Corpo de Bombeiros do Paraná uma listagem oficial das pessoas que estavam no veículo. A informação é de que seriam um total de 54 – número que coincide com o total de vítimas atendidas até o momento (desde as vítimas leves até os óbitos).