Operação Ambiental Praias Agrestes de BC, resulta em interdições e embargos de obras irregulares

Nesta quarta-feira (05) a 5ª Promotoria Ambiental com o apoio da Prefeitura de Balneário Camboriú e entidades da sociedade civil organizada realizou a Operação Ambiental Praias Agrestes. Além de fiscalizar ocupações e construções irregulares, a ação mapeou através de drone áreas de risco em morrarias e de fragilidade ambiental. Foram embargadas duas construções, sendo um edifício sem licença e sem projeto e uma construção sem projeto; e foi interditada uma construção em área de risco e ainda notificado um corte em barranco.

“Com o auxílio do drone, na Praia de Estaleirinho foram percorridos todos os costões, identificadas movimentação de terra irregular, mineração irregular, construções sem projeto e licenças, construções irregulares edificadas em curso d’água, todas imediatamente embargadas” contou o titular da 5ª Promotoria Ambiental, André Otávio Mello.

O drone também mapeou os pontais e costões norte e sul, identificando todas as edificações em declive irregular e sem licença, em desacordo com o Plano Diretor ou clandestinas, além de observar supostas intervenções de parcelamentos de solo (loteamentos ou condomínios fechados) supostamente irregulares. Restou fiscalizar as vegetações exóticas na restinga e algumas intervenções em Área de Proteção Ambiental (APP) e restinga irregular.

Toda operação foi comandada pela 5ª Promotoria Ambiental com suporte na Estacão de Sustentabilidade do MPSC, no Estaleirinho, administrada pelo Instituto Eco Cidadão. Participaram da ação as secretarias do Meio Ambiente, Obras, Vigilância Sanitária, Defesa Civil, Planejamento, Polícia Militar Ambiental, Guarda Municipal Ambiental, CUIDA, Polícia Militar, Grupo Escoteiro Leão do Mar e Instituto Pró Natura.

Além de elevar a sensação de segurança ambiental e do compromisso do Município com relação ao Meio Ambiente. “Todos os comerciantes locais que tive contato e os moradores da região aprovaram a iniciativa da operação. Pudemos identificar e poderemos recuperar algumas áreas.
Com o auxílio do drone conseguimos atingir com satisfação informações e imagens que até então tínhamos dificuldades” finalizou André Otávio Mello.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Segurança
‪(47) 3263-0190‬