Polícia já identificou os assassinos de Mariane

Mariane pegou carona com conhecido, apontam diligências da PM – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

A DIC (Divisão de Investigação Criminal) da Polícia Civil de Itajaí já identificou os assassinos de Mariane Kelly Souza, de 35 anos. A atendente foi encontrada morta no rio Itajaí-Açu em Navegantes na última sexta-feira (9), após pegar carona com um conhecido na noite de quinta-feira (8), em Itajaí.

“Identificação [dos autores] já temos. Agora a prisão, só na conclusão do inquérito policial, isso se o judiciário deferir as prisões”, declarou o delegado Sérgio de Souza, responsável pelo caso.

O que já se sabe sobre o caso até agora

As investigações de quem matou Mariane seguem em sigilo, até esta quarta-feira (14), a polícia divulgou que a atendente pegou carona por volta das 18h50 de quinta-feira com um conhecido, e não com um motorista de aplicativo, como divulgado inicialmente.

O carro que Mariane entrou foi um corsa prata e os investigadores já sabem quem estava no veículo e quem é o proprietário. Os aparelhos celulares da família foram apreendidos para avançar na investigação e esclarecer as informações divergentes sobre a comunicação de Mariane com familiares e a localização da atendente no momento em que entrou no veículo.

Um carro com características semelhantes ao que Mariane entrou, foi encontrado em meio a uma mata em Navegantes, no entanto, polícia não confirmou se esse foi o veículo usado no crime.

ND Online