Prefeitura volta a proibir futebol em quadras particulares

A prefeitura de Balneário Camboriú revogou o decreto 1037/2020, publicado dia 18 de agosto, que liberava o futebol amador e recreativo em quadras particulares do município.

A medida se deu, provavelmente, pela proibição a nível estadual, em portaria publicada no dia 21 de agosto, pelo Governo de Santa Catarina. Até o momento, a prefeitura de Balneário Camboriú não se manifestou sobre o assunto e nem informou a população sobre o caso.

Mesmo questionada no sábado, dia 22, pelo jornalista Nilton Bleichvel no grupo de imprensa da prefeitura, se o governo iria se manifestar sobre a proibição estadual, a assessoria não respondeu a pergunta.

Só foi possível confirmar a informação depois que a reportagem do Portal Visse pesquisou no site Leis Municipais e encontrou a publicação de um decreto, também do sábado, que revogava o 1037/2020, que liberava a atividade.

Outros municípios como Camboriú, Itajaí e Itapema, haviam liberado a prática esportiva mas, ao que tudo indica, devem proibir novamente.

Proibição Estadual 

De acordo com o Governo do Estado, a portaria 626 (que mantém a suspensão da prática esportiva) leva em consideração os decretos anteriores e que norteiam as ações de enfrentamento à pandemia e, principalmente, os dados apontados pela Matriz de Avaliação de Risco e que apontou a falta de distanciamento social como um dos principais fatores para a disseminação da doença e aumento do número de infectados.

“O que é preciso compreender é que temos um estado com regiões em vermelho e laranja, ou seja, em situação grave e gravíssima. E o isolamento social é o que tem mais impactado neste cenário”, destaca a superintendente de Vigilância em Saúde, Raquel Ribeiro Bittencourt. “Não é o momento de se liberar uma atividade em que há contato direto entre as pessoas, por mais que compreendemos as necessidades do setor. O que foi autorizado a retornar até aqui foi o futebol profissional, com uma série de regramentos”.

 

Comente Abaixo