Quais as previsões de Nostradamus e Baba Vanga para 2022?

Michel Nostradame, como era conhecido na época, publicou seu livro de profecias em 1555. O livro, contendo 942 previsões ficou mundialmente conhecido por seu conteúdo aterrorizante.

Conforme a publicação feita pelo The Mirror, o astrólogo e médico francês foi responsável por uma série de previsões sombrias para a humanidade.

Eventos como a Segunda Guerra Mundial e a Revolução Francesa foram alguns dos acontecimentos previstos por Nostradamus e que deram notoriedade às suas profecias. Alguns entusiastas dizem que ele sabia sobre o assassinato de John F. Kennedy e sobre os atentados terroristas do dia 11 de setembro no World Trade Center, em Nova York.

Nostradamus também é responsável por prever uma série de eventos catastróficos que vão desde um apocalipse zumbi até a Terra sendo atingida por um cometa. O ano de 2021 foi repleto de agitações para os entusiastas das previsões feitas pelo astrólogo. Dentre as principais, destaca-se a ameaça de um asteróide colidindo contra a Terra. Embora seu texto não deixe claro se era uma pequena chuva de meteoros ou um evento catastrófico, Nostradamus se referiu a fogo caindo do céu. Em abril deste ano, a Terra se viu próxima ao asteróide 2021GW4, que chegou a 12324 milhas da superfície terrestre.

Previsões para os próximos 12 anos

Entre as principais previsões para os próximos anos, Nostradamus cita uma possível guerra ou invasão na França. Apesar de detalhadas, suas previsões são difíceis de serem associadas com datas exatas por serem baseadas em eventos e movimentos astrológicos e não no calendário tradicional. Após a realização de algumas análises de seus escritos, a possibilidade é de que uma guerra na Europa aconteça ao longo do ano de 2022.

Um dos temas mais recorrentes em suas previsões é a invasão da França por uma ameaça do leste. No entanto, alguns entusiastas afirmam que a previsão faz referência à classificação da França para a Copa do Mundo do Catar.

Aquecimento global, inflação, fome e canibalismo

Acredita-se que o aquecimento global tenha sido uma das principais previsões feitas por Nostradamus em 1555. À medida que as temperaturas globais continuam subindo, o nível do mar sobe e gera complicações na cadeia alimentar que, em 2022, ficarão cada vez mais aparentes. É possível que neste ano a temperatura atinja seu ápice.

Já, outro alerta, foi referente ao aumento de preços e a decadência da economia como a conhecemos hoje. Essa situação seria causada por uma instabilidade política gerada por uma pandemia mundial.

Baba Vanga previu invasão alienígena

Vidente e curandeira búlgara, Baba Vanga morreu em 1996, mas suas previsões ainda perpetuam o mundo 25 anos depois. Ela ficou conhecida, sobretudo, no Leste Europeu ao acertar episódios como a queda da União Soviética, o desastre de Chernobyl e a morte da princesa Diana. Agora, as anotações deixadas por Vangelia Gushterova voltaram à tona com a indicação de uma nova pandemia em 2022.

Baba Vanga morreu aos 85 anos vítima de câncer de mama no dia 11 de agosto de 1996. No entanto, deixou premonições até o ano de 5079.

Confira algumas previsões de Baba Vanga para o ano de 2022:

Apesar de o mundo enfrentar a pandemia causada pelo novo coronavírus, outro vírus letal será descoberto por uma equipe de pesquisadores na Sibéria. De acordo com a médium, até então, o micro-organismo se encontra inerte no solo congelado do país.

Outra previsão afirma que muitas cidades em todo o mundo serão atingidas pela escassez de água potável. Além disso, haverá um considerável aumento da poluição nos rios. E um Tsunami devastará a Ásia e a Austrália.

Das previsão mais excêntricas de Baba Vanga para o próximo ano tem a ver com o asteroide interestelar conhecido pelo nome de Oumuamua, observado pela primeira vez em 2017. Na época, o astrônomo Avi Loeb, da Universidade de Harvard, nos EUA, chegou a dizer que o objeto espacial seria uma espécie de nave alienígena. Para a médium, o asteroide seria uma “sonda” alienígena que antecipou o ataque previsto para 2022.

A “Nostradamus dos Bálcãs” também previu que as pessoas passarão mais tempo grudadas às telas dos dispositivos móveis e dos computadores, confundindo realidade e mundo virtual. Apesar de ter acertado algumas previsões, como o Tsunami de 2004 e a chamada “primavera árabe” em 2010, Baba Vanga errou várias de suas supostas visões do futuro.

Publicidade