MP-SC instaura procedimento para analisar contrato de hospital de campanha

A 26ª Promotoria de Justiça da Capital instaurou um procedimento para analisar o contrato firmado para a construção do hospital de campanha de Itajaí.

A partir da análise documental, a promotora Darci Blatt vai decidir as medidas que serão adotadas pelo Ministério Público.

A estrutura prevê 100 leitos de UTI, ao custo total de R$ 76 milhões. O dinheiro, segundo a secretaria estadual de Saúde, inclui a construção, os equipamentos e os salários dos profissionais de saúde durante seis meses.

Leia mais: 

Secretários serão sabatinados por deputados sobre hospital de campanha

O Hospital de Campanha milionário e a ligação com a alta cúpula do governo Moisés

Vice-governadora pede cancelamento de contrato para construção de hospital de campanha

Comente Abaixo