Após denúncia do Portal Visse, gabinete de deputado emite nota oficial. Novas denúncias são apuradas.

Depois da matéria publicada ontem pelo Portal Visse, denunciando um assessor que estaria recebendo verba de publicidade da ALESC, a assessoria de imprensa do gabinete do deputado estadual Gabriel Rebelo do PSD de Lages, emitiu uma nota oficial falando sobre o caso.

Em contato telefônico, a assessoria informou que não tinha conhecimento do fato. E se colocou a disposição da imprensa para maiores esclarecimentos.

A ALESC ainda não retornou com o posicionamento oficial sobre o caso.

Confira a nota do gabinete do deputado, na íntegra.
—–
Nota de Esclarecimento

O deputado Gabriel Ribeiro, por meio de sua Assessoria de Imprensa, vem a público esclarecer as notícias veiculadas em alguns meios de comunicação acerca de um dos seus secretários parlamentares.
Segundo a notícia, um dos secretários parlamentares do deputado é proprietário de uma empresa de marketing e esta teria recebido verba da ALESC para campanha de publicidade. Assim que tomou ciência do fato, o deputado determinou a imediata exoneração do servidor.

Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente,

Assessoria de Imprensa
Gabinete do Deputado Gabriel Ribeiro

—-

Entenda o Caso

A redação do Portal Visse? recebeu na manhã desta quinta-feira (28), uma denúncia de que um assessor de gabinete de um deputado estadual, teria recebido verba de publicidade da Campanha “Responsabilidade Social 2017” desenvolvida pela ALESC no segundo semestre deste ano.

Munida destas informações, a reportagem do Portal Visse, foi mais a fundo, e descobriu mais quatro pagamentos entre 2015 e 2016.
Os valores de 2015, 2016 e 2017 juntos, totalizam 20 mil reais em verbas publicitárias da ALESC, recebidas pela empresa do assessor.

Os valores são:

Jul/2015 = R$ 4800,00
Dez/2015 = R$ 2400,00
Fev/2016 = R$ 4800,00
Mai/2016 = R$ 4800,00
Set/2017 = R$ 3200,00

Tem mais

Ilegal ou imoral, não se sabe.
O fato é que, a falta de conhecimento sobre os fatos, tanto do gabinete, quanto da comunicação da ALESC, demonstra a falta de controle do destino destas verbas. Esse é um caso, que pode estar entre dezenas de outros.

A denúncia gerou polêmica nos bastidores políticos. Mas ao mesmo tempo causou um silêncio ensurdecedor por parte de outros.
Ao mesmo tempo que muitos intitularam como “vergonha”, outros simplesmente não se pronunciaram.
Pois bem. Após a publicação da matéria, o Portal Visse recebeu mais uma informação de que, o mesmo assessor, Fabian Favero Varela, teria recebido mais de 13 mil reais em verbas publicitárias do Governo do Estado de Santa Catarina, enquanto atuava como assessor legislativo.

Pagamentos entre 2015 e 2017, podem ser conferidos nas imagens abaixo.

Tem dúvidas da veracidade?
Tudo pode ser conferido através deste link >>> https://goo.gl/UECvzV

Ninguém ainda conseguiu explicar, qual o veículo de comunicação que a empresa do assessor representa.

O Portal Visse, reafirma, que já recebeu diversas denúncias sobre as verbas publicitárias da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, porém sem muitas informações.
Diante do atual fato, é importante e imprescindível que as denúncias sejam apuradas.
Assim que tiver mais informações confirmadas, o Portal Visse divulgará os fatos em novas matérias.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com