Auxiliar de enfermagem do Ruth Cardoso é procurado pela Polícia por golpe do bilhete.

A polícia Civil de Balneário Camboriú tá atrás de Lidiomar Sardá e Valdesir Schreiber.
Lidiomar e Valdesir estão com ordem de prisão expedidas pela justiça e são acusados de integrar uma quadrilha de golpistas que é responsável por diversos casos do golpe do bilhete premiado na região. A dupla agia em Itapema, Gaspar, Indaial e Joinville.


Lidiomar (esq) e Valdesir (dir)



Valdesir é funcionário efetivo da Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú desde 1998 e trabalha como auxiliar de enfermagem no Ambulatório de Especialidades do Hospital Ruth Cardoso.

Na terça-feira, uma operação da polícia Civil de Joinville e de Balneário cumpriu ordens de busca e apreensão nas casas dos envolvidos em Balneário. Foram recolhidas joias, bilhetes de loteria, comprovantes de aposta, documentos de diversas pessoas e 16 aparelhos celulares. Os golpistas não foram localizados e são considerados foragidos.
Segundo o delegado Rodrigo Bueno Gusso, responsável pela operação, um dos suspeitos abordava as vítimas, preferencialmente idosos, perto de bancos, fazendo-se passar por uma pessoa do interior, simples e de baixa instrução.

O criminoso falava que tinha sido sorteado na Quina, mas afirmava que não conseguia sacar a grana. Nesse momento, um segundo envolvido no crime se aproximava, normalmente bem vestido, se oferecendo para ajudar.
Ele então fingia que ligava para um conhecido da Caixa Econômica Federal ou para uma casa lotérica, que confirmava os números do suposto “bilhete premiado”. A partir daí, o segundo envolvido se mostrava interessado e fazia uma proposta pra vítima para comprar o bilhete.
Depois de muita conversa, os criminosos convenciam a vítima que acabava sacando o dinheiro e entregando aos criminosos.

Qualquer informação sobre o paradeiro da dupla ou sobre os golpes aplicados pode ser repassada à polícia pelo Disque Denúncia 181 ou pelo Whatsapp (48) 98844-0011.

Outro caso
Não é a primeira vez que funcionários do Ruth Cardoso são manchetes em notícias policiais. Em março, um enfermeiro do hospital foi preso com diversos medicamentos roubados da unidade.

 

Com informações do Diarinho

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.