Base avançada dos bombeiros no Pontal Norte, começa a atender ainda este mês.

Os Bombeiros iniciam ainda este mês as atividades do Pelotão de Busca e Salvamento em Balneário Camboriú, uma base náutica que servirá como ponto de apoio em casos de afogamento. A estrutura, no Pontal Norte, vai concentrar as embarcações e o material utilizado nos postos guarda-vidas.

A expectativa é reduzir o tempo de atendimento. Hoje as embarcações dos bombeiros ficam guardadas no Batalhão, na Avenida do Estado, e na Marina Tedesco, na Barra Sul _ o que demanda logística diária durante a temporada de verão.

A base tem espaço reservado para um projeto de monitoramento remoto das praias, que os Bombeiros tentam viabilizar em Balneário Camboriú há pelo menos duas temporadas. A ideia é instalar câmeras com capacidade para identificar e alertar se há pessoas nadando nas perigosas correntes de retorno.

O monitoramento é útil especialmente em horários em que não há cobertura de guarda-vidas _ no início da manhã e à noite, por exemplo, e também no inverno. O projeto, no entanto, esbarra na qualidade do equipamento.

A primeira câmera instalada, para testes, não tinha capacidade suficiente. Segundo o comandante do 13º Batalhão dos Bombeiros, major Eduardo de Lima, o ideal são câmeras térmicas, que têm um custo muito alto, cerca de R$ 80 mil cada uma.

Os bombeiros estão em busca de parcerias, e uma empresa catarinense está tentando adaptar uma tecnologia semelhante, mais barata, que já funciona no Canadá. A proposta, no entanto, terá que ficar para as próximas temporadas.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com