Bêbada ameaçava vizinhos com arma e acabou presa.

Nesta quinta-feira, 29, por volta da 1h10, a Polícia Militar estava em rondas pela 5ª Avenida, esquina com Rua Biguaçú, quando foi abordada por um homem que relatou estar caminhando em direção a sua residência quando uma mulher apareceu na sacada de um sobrado, apontou-lhe uma pistola dizendo que iria matá-lo. Surpreendido, ele parou na calçada e perguntou o motivo que ela queria matá-lo, sem responder ela desceu de sua residência e veio até na rua, apontando a pistola para sua barriga.

No local, a guarnição avistou A.J.S.B, 39 anos, quando ela saiu na sacada de seu apartamento com uma arma na cintura. A guarnição conversou com ela e ordenou que colocasse a arma no chão, sendo que ela alegava ser advogada e ter registro da arma.



A.J.S.B entrou novamente em seu apartamento e escondeu a arma, depois desceu até o portão da residência e abriu para que as guarnições adentrassem no local, porém autorizou que apenas a Policial feminina entrasse na residência e xingou os outros policiais, impedindo a entrada deles.

Ao entrar no apartamento, foi feito contato com a esposa da autora. A mesma mostrou para a guarnição que a arma estava escondida em um cesto de roupas no banheiro do quarto. A arma foi localizada carregada. Em cima da mesa do quarto foi encontrada uma munição intacta e duas deflagradas.

Durante todo o procedimento, A.J.S.B estava visivelmente embriagada e proferia xingamentos contra as guarnições que estavam no local.

Diante dos fatos A.J.S.B foi presa para os procedimentos cabíveis. E a arma uma pistola Taurus calibre 380 foi apreendida.

*A.J.S.B possui 1 boletim de ocorrência por ameaça.

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.