Campanha de prevenção ao suicídio será lançada com o Setembro Amarelo

Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização realizada em todo o Brasil para a prevenção do suicídio, com o objetivo de alertar a população sobre a importância de se falar no assunto e das formas de prevenção. Em Balneário Camboriú serão realizadas diversas ações durante o mês em alusão ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio – 10 de setembro.

O suicídio é considerado o um caso de saúde pública. De acordo com o médico psiquiatra, Mário João Bisi Junior, membro da Associação Catarinense de Psiquiatria (ACP) e que atende no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) de Balneário Camboriú, as pessoas que estão em risco de suicídio geralmente estão com depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia ou em função do uso de álcool e drogas. Existem fatores de risco para a avaliação de pessoas que podem se suicidar, como vínculos afetivos e sociais. A relação com a família, com os amigos, redes sociais, religião e emprego são importantes.

Segundo Mário João, no Brasil e no mundo o número de suicídios vem aumentando gradativamente entre crianças e adolescentes. O jogo “Baleia Azul”, que mobilizou diversas ações na área da educação e segurança no município e no país, foi uma forma de alertar a população para um problema que já vinha acontecendo. “Existem dois picos de faixa etária para o suicídio. Um na adolescência porque o adolescente não tem noção de finitude e da continuidade, ou seja, noção de que realmente vai acabar, além da impulsividade. E na terceira idade que por muitas vezes os idosos veem que seus projetos de vida não deram certo ou em função de alguma doença crônica”, falou.

A meta da campanha de conscientização é fazer com que a população fale a respeito e esteja preparada para ouvir. Para o profissional as pessoas se limitam a falar em suicídio, tornando o assunto um verdadeiro tabu. “O público leigo acha que se tocar no assunto, induzirá a outra pessoa a se matar, quando na verdade é exatamente o contrário. A pessoa que está em sofrimento quer alguém que possa falar do assunto. Desabafar já alivia muito. A pessoa não quer acabar com a própria vida, ela deseja acabar com a sua dor, seja ela física ou emocional”, explica.

O médico destacou ainda que é preciso estar atento aos sinais que as pessoas apresentem em qualquer idade, como quietude, olhar distante, perda de interesse nas atividades, desesperança entre outros. A partir daí investigar se essa pessoa precisa de ajuda e fazer com que ela procure atendimento especializado. O local mais indicado para atendimento é o CAPS, porém todas as unidades de saúde devem estar aptas a realizar o atendimento inicial e o encaminhamento adequado. A prevenção ao suicídio é um trabalho constante e em setembro será intensificado com capacitação dos profissionais e divulgação do tema.

Na próxima quarta-feira (30) será proferida pelo médico psiquiatra Mário João Bisi Junior, uma palestra sobre o suicídio, no Centro de Dirigentes Logistas (CDL) de Balneário Camboriú, organizado pelo CDL Mulher. No dia 03 de setembro será realizada a caminhada de conscientização do Setembro Amarelo com saída as 10h da Praça Almirante Tamandaré. Outras ações serão realizadas por meio de identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e ampla divulgação de informações.

O CAPS II está localizado na Rua Dom Henrique, nº 860 – Bairro Jardim Iate Clube. Telefone de contato é o (47) 3361-9311. Horário de Atendimento das 7h às 19h.

Sobre o Setembro Amarelo

Iniciado no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), o Setembro Amarelo realizou as primeiras atividades em 2014 concentradas em Brasília. Em 2015 já conseguiu uma maior exposição com ações em todas as regiões do país. Mundialmente, a Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (IASP) estimula a divulgação da causa, vinculada ao dia 10 do mesmo mês no qual se comemora o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Em Balneário Camboriú a campanha encabeçada pela Associação Catarinense de Psiquiatria tem a parceria do CVV local e do CDL Mulher.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Saúde
CAPS II
(47) 3361-9311

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com