Equipes realizam necropsia em baleia encalhada em Barra Velha.

Equipes do Projetos de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) realizam necropsia em baleia encalhada em Barra Velha.

Após dois dias de operação para desencalhar uma baleia Jubarte, a equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos iniciou na tarde da quarta-feira, 18, os procedimentos para necropsia do animal.
A baleia encalhou na Praia da Península, em Barra Velha, na manhã da segunda-feira, 16. O animal da espécie Jubarte apresentava mais de 10 toneladas e media cerca de oito metros. Foram realizadas duas tentativas de desencalhe, seguindo todos os procedimentos do Protocolo de desencalhe da APA da Baleia Franca.

Nas duas tentativas a baleia chegou a passar a arrebentação, porém não seguiu para alto mar e apresentou desorientação na natação, permanecendo na Praia da Península. “Quando o animal é desencalhado e não segue para o mar, é um indício de que ele está doente”, explica Jeferson Dick oceanógrafo e coordenador da Unidade de Estabilização de Animais Marinhos da Univali.

Leia Também: Baleia encalha viva em praia de Barra Velha

Segundo comunidade local, no período da noite o animal encalhou novamente, porém já sem vida. As equipes do PMP-BS representadas pela Univali e Associação R3 Animal chegaram logo cedo no local para realizar a necropsia que auxiliará no diagnóstico da causa da morte da baleia.

Para retirar o animal do mar foram utilizadas duas retroescavadeiras. A operação contou com o auxílio da Defesa Civil, Museu Oceanográfico da Univali, Polícia Militar, Polícia Ambiental e Prefeitura de Barra Velha.
Após a necropsia os ossos da baleia serão levados para o Museu Oceanográfico da Univali e o restante será recolhido pela empresa Recicle e levado para um aterro sanitário.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Pólo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com