Ética e vergonha na cara – Coluna “Ao meu ver”, por Gian Del Sent

Ainda não tive acesso a este livro, mas confesso que, apesar do meu TDAH, vou fazer o possível para ler. Clóvis de Barros e Mario Sergio Cortella, foram impecáveis no título desta obra. Sou fã de filosofia e ética é um assunto que me envolve. Quando se trata de dois monstros como Barros e Cortella, qualquer comentário meu, se torna suspeito.
A linha de pensamento de ambos, vão de encontro ao meu pensamento. Seja na política, família ou sociedade, a reflexão sobre a diferença entre o que é ilegal, imoral, antiético ou simplesmente vergonha na cara, pode trazer horas e mais horas de debate sobre o assunto. Trazendo para a conjuntura regional, pode se fazer algumas analises.

Saúde de Itajaí
Vou começar pela parte mais engraçada. O secretário de saúde de Itajaí foi motivo de boas risadas de uns e indignação de outros.
No intuito de procurar um culpado para tudo, típico do serviço público, principalmente em cargos de comando, os “abobrões” esquecem até mesmo de refletir sobre o que está falando. Tudo aconteceu quando, ao ser indagado sobre problemas no CIS, ele meteu o pau nos funcionários da UPA. Sendo que uma coisa nada tinha a ver com a outra.
Pessoal da UPA desenvolve um trabalho lindo, dentro das condições que são fornecidas. Eu mesmo já fui atendido lá e posso falar isso com conhecimento de causa.
Senhor secretário, bater no peito é mais bonito. Culpar funcionários por sua falta de comando, além de antiético, ainda traz o risco de falar besteira.

Esperando
Em agosto desse ano, ouvi de um funcionário comissionado da prefeitura de Balneário a seguinte frase: “Muita coisa vai mudar mês que vem. Tu vai ver. Ai sim vai ficar show. Só aguarda pra ver.” Ué? Não deu certo? O departamento continua sendo um dos mais criticados em toda Adm. Ele não quis me contar o que era. To esperando as mudanças.

Oposição
Outro caso que não sei aonde se encaixa, é a oposição do governo de Balneário. Ao mesmo tempo que pagam de bons moços e promovem a ética, falta vergonha na cara.
E tudo isso, sendo extremamente imoral. Distorcem, denigrem, atacam e por tabela, ainda incitam as pessoas ao erro. A burlar a legislação. Pois eles não tem noção do que a distorção dos fatos é capaz de fazer.

Situação
Como falei acima, sobre o secretário de saúde de Itajaí, Balneário também está minado de cargos que adoram por a culpa nos outros.
A incompetência do setor é sempre dos efetivos ou de qualquer outro que não seja o próprio cargo nomeado para comandar o mesmo. Muito se fala, muito se aponta, muito se resmunga e pouco se faz. E o pior, quem está fazendo por merecer ainda tem sofrido retaliação de quem não faz nada de útil no governo. Quem perde? O Povo, a atual administração e, claro, o prefeito.

Situação 2
Turma da Humildade, vão trabalhar. Por favor. Pelo bem da cidade.
Fabrício, soco na mesa e incompetente na rua. Por favor. Pelo bem da cidade.

Camboriú
A capital do mármore está um caso sério. A pasta da educação está sendo comandada por alguém que não tem nenhum tipo de dom para lidar com servidores. Uma bomba relógio para o governo Élcio. Fiquei sabendo que a secretária de educação foi para gramado com mais alguns “cupinchas” em um curso de especialização. Mas de acordo com as fontes, a secretária não sabia nem o horário da programação do curso. Já o comércio local e os pontos turísticos que estão abertos o dia inteiro, foram todos visitados pela secretária.

Camboriú 2
Eu já falei esses dias sobre a secretária, mas creio que o recado não tenha chegado aos ouvidos de quem deveria. Se atentem Élcio e Ramon. Desvio de função é coisa grave.
Pedir título de eleitor aos comissionados e contribuição partidária na cara dura, na frente de todo mundo e em grupos de Whatsapp. Pior ainda.
E vê se dá o mínimo de condições de trabalho para os fonoaudiólogos da educação trabalhar. Pois sua secretária não deixou que eles mudassem o horário, tendo em vista que a salas não tem a mínima estrutura para tal.

Costa Esmeralda
A administração da prefeitura de Porto Belo tem mostrado uma força de vontade e excelência nos feitos. Turismo, cultura e qualidade de vida tem sido o carro chefe da equipe do prefeito Emerson Stein. Aconselho o Miro Teixeira a dar uma conversada com a Zene, gestora da Fundação Municipal de Turismo, e aprenda como fazer muito, com bem pouco.
Em Bombinhas, a gestão da Paulinha dispensa qualquer tipo de comentários. Reeleita com 80% dos votos, Paulinha mostra que a mulherada na política não é só decepção.

Visse?
O Portal Visse? completou ontem, dia 07, um aninho de vida.
E o melhor, sem politicagem, sem demagogia, sem sensacionalismo e sem atacar ninguém. Muito menos com patrocínio de políticos e nem mesmo empresários querendo ser defendidos.
Tem meses que o Visse? paga para trabalhar. Mas continua crescendo. Pois credibilidade, não se compra. Muito Obrigado aos leitores.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com