Falsa curandeira é procurada pela polícia de SC depois de obter R$ 15 mil de família

A Polícia Civil de Descanso, no Oeste catarinense, procura por uma mulher de 37 anos que se declarava curandeira. Ela foi indiciada por estelionato depois de receber R$ 15 mil de uma família que a procurou porque uma criança de 2 anos e meio não dormia bem. O caso foi denunciado à polícia em março e nesta semana o inquérito foi concluído e encaminhado ao fórum.

“Foi um ato de desespero da família, porque ela dizia que a dificuldade de dormir da criança era apenas o começo de algo muito pior que estava por vir. A cada ‘consulta’, ela dizia que precisa de mais intervenções, com auxílio até de outros curandeiros. No prazo de 30 dias, ela tirou R$ 15 mil da família, que não era rica, foi pedindo dinheiro emprestado, fazendo financiamentos para obter esse valor”, relatou o delegado Cleverson Muller.



Conforme o delegado, a família denunciou o caso à polícia depois que dois homens que atuavam com a curandeira foram presos em setembro de 2017 por crimes semelhantes. Eles estão desde então no presídio de Chapecó.

A mulher tinha antes um espaço alugado em Descanso e Guaraciaba, onde dava atendimento, informou o delegado. “Ela se apresentava como vidente, curandeira, punha cartas e tarô. Pedimos a prisão preventiva dessa mulher, mas ela ainda não foi localizada”, declarou Muller.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com