GAECO deflagra a operação Castelo de Areia em Itapema

Foram cumpridos 3 mandados de prisão temporária e 9 mandados de busca e apreensão em residências, escritórios particulares e em um órgão público. Mais informações serão repassadas em entrevista coletiva a ser realizada às 16h desta segunda-feira

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em apoio à 2ª Promotoria de Justiça de Itapema, deflagrou na manhã desta segunda-feira (24/7) a operação  Castelo de Areia. Foram cumpridos 3 mandados de prisão temporária e 9 mandados de busca e apreensão em residências, escritórios particulares e em um órgão público.

A operação apura crimes de concussão e corrupção ativa e passiva, dentre outros. Foi necessário um contingente de 30 policiais integrantes dos grupos regionais dos GAECO de Itajaí, Florianópolis, Blumenau e Joinville para a execução das ordens judiciais.

A operação Castelo de Areia é resultado de uma investigação iniciada no ano de 2017 com base em notícia-crime recebida pela 2ª Promotoria de Justiça de Itapema, cujo conteúdo indicava que servidores públicos daquele município estariam recebendo vantagens indevidas para a concessão ilegal de alvarás para vendedores ambulantes que atuam na cidade durante o período de veraneio. Estão sendo investigadas as condutas de aproximadamente 15 pessoas.

Mais informações serão repassadas em entrevista coletiva a ser realizada às 16h desta segunda-feira, na Companhia da Polícia Militar de Itapema, localizada na Rua 716, n. 521, Bairro Várzea.

O GAECO é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal e Secretaria Estadual da Fazenda.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com