Homem de Itajaí é preso em operação da PF contra pedofilia

A Polícia Federal prendeu seis pessoas em flagrante na manhã desta quinta-feira (22), em Santa Catarina, sendo uma em Florianópolis, uma em Brusque, uma em Itajaí e três em Joinville. As prisões foram realizadas durante a Operação Atalaia, deflagrada por volta das 6h, e que apura crimes relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes pela internet.

Em Florianópolis, foi preso um homem de 43 anos, no bairro Carianos. No Norte catarinense, em Joinville, foram presos um homem 63 anos, no bairro de Comasa e outros dois de 30 anos e 58 anos, em Saguaçu. No Vale do Itajaí, foi preso um homem de 34 anos, no bairro de Nova Brasília, em Brusque e em Itajaí, foi preso um homem de 51 anos, no bairro São João.



De acordo com a Polícia Federal, ao todo foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão: um em Florianópolis, um em Brusque, dois em Itajaí e cinco em Joinville.

Ainda de acordo com a polícia, as prisões foram realizadas durante o cumprimento dos mandados, já que nas buscas foram encontrados indícios de envolvimento dos suspeitos com o crime.

Operação Atalaia

O objetivo da operação, de acordo com a PF, é capturar abusadores e apreender dispositivos eletrônicos usados no crime. As investigações se concentram no armazenamento e na divulgação internacional, pela internet, de imagens e vídeos de pornografia infantil. As penas podem chegar a seis anos de prisão e multa.

A polícia também investiga crimes relacionados à violência sexual contra crianças e à produção do material pornográfico. As penas podem chegar a 15 anos de prisão.

A operação recebeu o nome “Atalaia” em referência ao termo de origem árabe, que significa torre de observação.

Cerca de 300 policiais federais participam das ações para cumprir 60 mandados de busca e apreensão. Além de Santa Catarina, as ações ocorrem em Alagoas, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe, São Paulo e no Distrito Federal.

 

error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.