Panificadora Santos se consagra campeã do Campeonato de Futebol Amador de Camboriú

A equipe da Panificadora Santos venceu o São Judas por 2 a 1 no estádio Roberto Santos Garcia, o Robertão, e se consagrou a campeã da 1ª divisão do Campeonato de Futebol Amador de Camboriú. Digão e Josemar Santos fizeram os dois gols da vitória. Marcações serradas, nervosismo e animação da comunidade, na arquibancada, marcaram a final da competição, realizada na sexta-feira, dia 18.

O último jogo da competição foi acirrado, decidido nos detalhes. Aos 20 minutos, em cobrança de falta, Wellington Tonholi, do São Judas, chutou forte, mas o goleiro do time adversário defendeu. O primeiro gol veio logo em seguida. Josemar driblou o zagueiro e tocou para Digão, que marcou para a Panificadora. O São Judas reagiu e, aos 29 minutos, após lateral, Oberdan Barbosa cabeceou a bola para as mãos do goleiro, que, na confusão, tocou para dentro.
Os times voltaram ao campo com substituições para o segundo tempo. Ataques mais duros, de ambas equipes, resultaram em faltas seguidas. Já no final da partida, aos 40 minutos, Felipe cometeu falta, Dado Faigel cobrou e, de dentro da área, Josemar desempatou para a Panificadora Santos. Com quatro minutos de acréscimo, o São Judas tentou marcar, para decidir a final nos pênaltis, mas o árbitro soou o apito e finalizou a partida.
Com a vitória, a equipe da Panificadora Santos voltou para casa com troféu, medalhas de ouro e R$ 2 mil. “A equipe se manteve dedicada e focada desde o início. Por termos uma experiência maior, estávamos mais interligados. É uma camisa pesada, mas a defesa foi sólida e o ataque incessante. Só podemos parabenizar a Prefeitura pela iniciativa”, declarou Josemar Santos, eleito o destaque da partida.
A equipe do Sheyk ficou com a terceira colocação do campeonato. Os times Real Madrid e Red Bull foram os dois últimos colocados e caíram para a Série B do campeonato de 2019.
Destaques 
A Fundação Municipal de Esportes (FME) premiou vários destaques da competição. Yan de Miranda, da equipe do Scheyk, recebeu o troféu de goleiro menos vazado – sete gols sofridos. O prêmio de artilheiro do campeonato foi para Oberdan Barbosa, do São Judas. Foram oito gols marcados. Hudson Ferreira foi eleito o melhor técnico pelo trabalho que desenvolveu com a equipe da Panificadora Santos.
“O campeonato encerra da forma que iniciou: com bom desempenho dos atletas e, principalmente, a participação atividade da comunidade”, comentou o prefeito Elcio Rogério Kuhnen. “Se o município der sorte, o campeonato ainda revela novos nomes e destaques para o esporte nacional”, completou.
O campeonato
Durante a Série A do Campeonato de Futebol Amador, foram realizadas 22 partidas e marcados 77 gols. As equipes do Atlético Município, Flamengo e São Francisco Futebol Clube, campeão de 2017, também disputaram a 1ª divisão. “Os atletas deram o melhor de si e isso resultou, sem sombra de dúvidas, numa competição de alto nível. Tivemos um campeonato tranquilo, em termos de disciplina e nível técnico”, aponta o presidente da Fundação, Altair Kadiz dos Santos.
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.