Teatro sobre dependência química é apresentado para pacientes do CAPS de Camboriú

“É preciso ter cuidado pra mais tarde não sofrer. É preciso saber viver”. Com o refrão da música escrita por Erasmo e Roberto Carlos, e em meio a vários aplausos, atores do Centro Especializado em Reabilitação de Toxicômanos e Alcoolistas (CERTA) encerraram a apresentação sobre dependência química para cerca de 30 pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Camboriú. A peça de teatro é uma adaptação contemporânea da parábola do filho pródigo e foi realizada nesta sexta-feira, dia 6, na sede da unidade especializada.

O vice-presidente e diretor geral do CERTA, Luciano Augusto Martins, comenta que a peça busca demonstrar o que leva a procura pelo uso de drogas, as consequências que podem trazer, além de mostrar que há um saída e um fim positivo em meio a tudo. “Esse teatro, acima de tudo, é um processo de sensibilização social. Nem tudo que está acessível ou visto convém. Ainda mais que na sociedade em que vivemos não há um equilíbrio”, pontua.
Para a psicóloga e coordenadora do CAPS, Thalita Berlinck, mostrar a realidade de um dependente químico por meio da arte pode ser crucial para o tratamento de pessoas que estão inseridas nessa realidade. “É importante que mostremos o que acontece, o que leva a esse caminho e as consequências desse vício. É preciso, sim, debater o assunto. A dependência química é uma realidade bem mais próxima do que percebemos ser”, enfatiza.
Exibição para alunos do Artur Sichmann
Para impulsionar a sensibilização contra a dependência química em crianças e adolescentes, o CERTA exibirá a peça teatral para mais de 100 alunos da escola Profº Artur Sichmann. A apresentação será realizada no dia 20 de outubro, no auditório da Prefeitura, às 9 horas.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com