Aeronáutica da Colômbia confirma morte do goleiro Danilo

A Aeronáutica Civil da Colômbia confirmou agora há pouco a morte do goleiro Danilo, herói da Chapecoense na Copa Sul-Americana. Em uma lista de sobreviventes postada pelo órgão no Twitter, o nome do arqueiro de 31 anos não está mais entre os sobreviventes.

Até o momento, seis ocupantes do voo escaparam com vida: os jogadores Alan Ruschel, Jackson Follmann e Hélio Hermito Zampier Neto, a aeromoça Ximena Suárez, o técnico de voo Erwin Tumiri e o jornalista brasileiro Rafael Henzel.

Goleiro sobrevivente tem perna amputada

Um dos seis sobreviventes da queda do avião que levava a delegação da Chapecoense, o goleiro Jackson Follmann, teve uma das pernas amputadas após o acidente, informam os meios de comunicação da Colômbia.

Segundo informação do médico Guillermo Molina à rádio La Red , o goleiro Danilo, que havia sido resgatado com vida, não resistiu aos ferimentos e faleceu horas depois de chegar ao hospital.

(Por Terra)

Comente Abaixo