Conexões por satélite do Ciasc atendem instalações públicas em áreas remotas

Garantir acesso à internet e às redes internas do Governo do Estado mesmo em áreas distantes e remotas é um dos objetivos do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), empresa do Executivo estadual. Para atender essa demanda, uma das ações adotadas pelo Ciasc foi passar a trabalhar com fornecedores de circuitos por satélite para o atendimento da “última milha” da conexão, ou seja, no trecho final da rede, aquele que chega até o usuário.

Embora o backbone de rede da estatal percorra o estado, tanto no eixo Norte-Sul, de Joinville a Araranguá, quanto no eixo Leste-Oeste, de Itajaí a Dionísio Cerqueira, existem áreas que, por estarem mais distantes desse eixo, dificultam a sustentabilidade financeira do atendimento via terrestre. Para estes casos estão sendo disponibilizadas pelo Ciasc as conexões via satélite, que permitem que estes pontos não fiquem desconectados da rede de governo. Com essa ação, as entidades públicas que atuam em Santa Catarina podem ter acesso aos serviços da Infovia, a rede administrada pelo Ciasc para uso dos órgãos públicos, em qualquer lugar do estado.

Um exemplo é a Escola Indígena de Ensino Fundamental Cacique Wera Puku, em Araquari, que faz parte da rede pública estadual de ensino. Ela fica a 14 quilômetros da região central da cidade e é atendida pela conexão via satélite.

Entre as questões que o Ciasc defende como diferencial dos serviços da Infovia é o acesso exclusivo à rede de governo e os links dedicados para acesso à Internet que oferece aos órgãos públicos atendidos, com opções de links de até 10Gbps que se diferenciam dos serviços de Internet “comuns” justamente por garantirem a entrega constante da largura de banda contratada, tanto para download quanto para upload de dados.