Funcionária reclama de protocolo de limpeza do Ceja

Uma funcionária a escola para adultos Deputado Doutel de Andrade, no Centro, em Balneário Camboriú, entrou em contato com o DIARINHO para reclamar do protocolo de limpeza da escola. Segundo ela, um aluno do CEJA, de 69 anos, morreu vítima da covid, e outros três funcionários do local positivaram.

Ela conta que funcionários e alunos são orientados a usar máscara, álcool em gel e a manter o distanciamento social. Porém, muitas pessoas não seguem as orientações, informa a denunciante. Ela também conta que, após os quatro casos de positivados, não foi feita uma limpeza rigorosa do espaço. “Questiono a falta de uma medida de limpeza mais direta”, comenta.

A secretaria de Educação informa que o aluno de 69 anos apresentou sintomas no dia quatro de março, se afastou, foi internado no dia oito do mesmo mês, intubado dia nove e faleceu dia 26 de março. Entre esse e o segundo caso de positivados na escola houve um intervalo de 15 dias.

A Secretaria de Educação garante que as escolas são higienizadas diariamente por agentes de limpeza, seguindo os protocolos sanitários.

Diarinho