João Doria desiste de candidatura à presidência e não concorrerá a reeleição

Foto: Divulgação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), desistiu de sua pré-candidatura à Presidência da República. Ele tampouco vai tentar a reeleição ao governo do Estado de São Paulo. Sua decisão, até o momento, é deixar a vida pública ao final do seu mandato, em dezembro deste ano.

Essa definição revoltou aliados do vice-governador, Rodrigo Garcia (PSDB), que pressionam pela saída de Doria do cargo e falam até em impeachment. Como governador, o vice teria a mídia espontânea do cargo e possibilidade de negociar com a caneta na mão. Além disso, a avaliação é que ele teria dificuldade em se distanciar dos índices de rejeição de Doria caso ele se mantenha no governo.

A informação da desistência foi repassada para os seus auxiliares e para o vice-governador. Não houve um planejamento anterior e a equipe dele foi pega de surpresa. A manhã desta 5ª feira (31.mar.2022) está sendo de reuniões tensas no Palácio. Aliados de Doria tentam mudar a sua decisão, mas têm pouca esperança.

Doria conquistou o direito de concorrer à Presidência pelo PSDB depois de derrotar o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio nas prévias do partido, realizadas em novembro do ano passado. De lá para cá, porém, não conseguiu desarmar a resistência interna de caciques do PSDB e tampouco reduziu a sua rejeição nas pesquisas de intenção de voto.

Confira a matéria completa no site Poder 360
Doria desiste da Presidência e não disputará reeleição em SP.
Leia mais no texto original: (https://www.poder360.com.br/eleicoes/doria-desiste-da-presidencia-e-nao-disputara-reeleicao-em-sp/)

Publicidade