Licitação do Centro de Eventos tem irmão de senador, vereadores cassados e TPA

Nesta terça-feira, dia 18, a SANTUR recebeu a proposta de um consórcio de empresas interessadas na gestão do Centro de Eventos de Balneário Camboriú.

O Consórcio BC Eventos, formado por duas empresas de Santa Catarina, foi o ÚNICO a apresentar propostas no processo de concessão. Haviam mais interessados, mas que chegaram a protocolar envelopes, foi somente o consórcio.

Em contato com um dos interessados, o mesmo me disse que o edital previa algumas exigências técnicas complicadas de cumprir, o que fez com que desistisse do certame.

O Consórcio BC Eventos é formado pelas empresas Insight Engenharia e Consultoria e Quality Empresarial. Neste momento acontece a análise da proposta apresentada para a gestão do Centro de Eventos. O prazo de concessão será de 20 anos.

Até ai tudo bem. Tudo normal. Mas fica uma pergunta:

Que empresas são essas?

 

Quality Empresarial

A empresa Quality Alimentos e Bebidas LTDA tem como sócias várias holdings administradas por figuras conhecidas no ramo do entretenimento da nossa região. Entre elas estão holdings administradas pelos também proprietários do Grupo Arena Petry – Hard Rock Live Florianópolis, de São José.

Entre os sócios da Quality Alimentos e Bebidas, está também está a BCLI Participações, administrada pelo empresário e ex-deputado pelo PSDB-SC, Djalma Vando Berger, irmão do Senador Dário Berger (MDB). Justamente Dario, que chamou o governo Moises de incompetente.

Será que o MDB estadual, que anda pertinho de Moises, sabe disso?

Insight Engenharia e Consultoria

A empresa Insight Engenharia e Consultoria é uma empresa de engenharia com matriz em Blumenau, Santa Catarina. Essa é bem polêmica.

Entre os sócios, tem dois ex-vereadores pelo PSD na cidade de Blumenau. São sócios da empresa Fabio Allan Fiedler, Robinsom Fernando Soares, e a analista de moda, Thais Trierweiler Soares.

CASSADOS

Algo curioso que envolve Fábio e Robinsom, é o fato de ambos terem sido cassados do cargo de vereador e condenados pela justiça na Operação Tapete Negro, que investigava um esquema de desvio de dinheiro em obras de pavimentação de ruas com a subcontratação de empresas por outras que venceram licitações e envolvimento de políticos. Uau!!

Em 2013, os sócios tiveram seus mandados cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), mas em março de 2015 uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou o retorno dos então vereadores aos cargos. Na época, a Justiça estipulou a inelegibilidade deles por oito anos e multa entre R$ 5 mil e R$ 60 mil.

ASSESSOR

Outra curiosidade sobre Fábio Allan, é que ele é assessor de gabinete da deputada Paulinha (PDT), ex-lider do governo Moisés na ALESC. Fábio é nomeado desde abril deste ano, com um salário de R$ 7.200,00.

Um assessor da Assembleia Legislativa participando de licitação no Estado?

TPA

Mais uma curiosidade sobre Fabio Allan: A Insight Engenharia e Consultoria faz parte do Consórcio INCO, que ganhou a licitação para gerenciar o TPA na cidade de Governador Celso Ramos, e tem o fornecimento de tecnologia da mesma empresa que toca atualmente o TPA de Bombinhas.

Existe ainda a suspeita de que a Insight tenha participação direta no Consorcio TD, que também administrou o TPA de Bombinhas entre 2015 e outubro de 2019.

“É uma franquia”, acusa deputado do PL

“O que está em documentos e contrato social é só para dar um ar de concorrência e legalidade, mas são empresas do mesmo grupo tanto que as duas são registadas em Blumenau. A prova disso é que eles não concorreram entre si, nem em governador Celso Ramos e nem em Bombinhas. São as mesmas empresas administradas por laranjas. Eu sei quem eles são e são os mesmos donos. É uma franquia”, dispara o deputado Ivan Naatz, autor da PEC 01/2019, emenda à constituição estadual que previa a proibição da taxa de pedágios e taxas ambientais em municípios de Santa Catarina.

Em assuntos que ferveram na internet nos últimos anos, Naatz argumentou ainda que Fábio Allan Fiedler, sócio da empresa que venceu a licitação em Governador Celso Ramos, foi coordenador de campanha da deputada Paulinha nas últimas eleições e, por isso, teria sido beneficiado nos contratos nas duas cidades.

E agora?

O dever deste colunista é trazer a informação. A conclusão eu deixo por conta dos nobres leitores.


 

Licitação do Centro de Eventos tem irmão de senador, vereadores cassados e TPA
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent