Município de Itajaí e Hospital Marieta entregam reivindicações ao Governo do Estado

O município e o Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen entregaram uma série de reivindicações ao secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, na tarde desta segunda-feira (06), em visita às obras do Complexo Madre Tereza. Entre as solicitações estão a ampliação da verba de custeio do hospital, o financiamento de novos leitos de UTI para atender à região e investimentos em equipamentos e recursos para custeio do novo complexo.

As reivindicações para o hospital já tinham sido apresentadas pelo município em reunião com o secretário estadual, em Florianópolis, no início de fevereiro. No encontro desta segunda, os pedidos foram formalizados. Uma das principais solicitações é o aumento da verba de custeio para gestão do hospital, que atualmente é de R$ 600 mil. Hoje o Marieta é referência para a região da Amfri com 384 leitos para atendimento, sendo 30 somente para UTI geral. A intenção é reduzir a disparidade no repasse de recursos entre os municípios, já que outros hospitais de porte menor acabam recebendo uma verba de custeio superior. O pedido de recursos foi reforçado pelo prefeito Volnei Morastoni.

O hospital cobrou a aprovação, a curto prazo, do financiamento de 10 novos leitos de UTI para atendimento emergencial da população. Hoje há insuficiência de leitos de UTI para a região devido a alta demanda de casos graves. O projeto para financiamento de novos leitos está em tramitação junto ao Estado desde agosto de 2015 e ainda não foi aprovado.

Também foi solicitado ao Governo o pagamento de contas administrativas sobre atendimentos realizados entre 2011 e 2016, que somam cerca de R$ 4,8 milhões. Esses recursos estavam sendo auditados pelo município, que fez um mutirão, a pedido do prefeito, para finalizar o levantamento ainda em fevereiro. O montante é referente a despesas extra-teto, autorizadas pela central de regulação da Gerência Regional de Saúde de Itajaí.

Investimentos no Complexo Madre Tereza

Outra demanda importante tratada com o secretário estadual foi o andamento das obras do Complexo Madre Tereza. O hospital reiterou o pedido de investimentos em equipamentos que não foram contemplados para conseguir cumprir o cronograma de entrega da obra. O novo complexo terá 201 leitos, acréscimo de 500 colaboradores e será o maior de Santa Catarina para atendimento de alta complexidade. Em função desses números, a direção do Marieta quer que sejam previstas e orçadas novas verbas de custeio para manutenção dos atendimentos à população pelo SUS.

Além do secretário estadual Vicente Caropreso e seu adjunto para assuntos administrativos, André Luiz Bazzo, participaram do encontro o prefeito de Itajaí Volnei Morastoni, o secretário municipal de Saúde Celso Luiz Dellagiustina, a secretária adjunta de Saúde Ilse Barboza, além de vereadores e a direção do Hospital Marieta, representada pela diretora geral, Irmã Mércia Lemes, e pelo diretor administrativo, Nivaldo Cunha.

_____________________________
Informações adicionais:
Secretaria da Saúde de Itajaí
(47) 3249-5500