PF deflagra operação contra o tráfico internacional de drogas em BC e cidades de SC

A Polícia Federal e a Receita Federal de Itajaí, no Vale, deflagraram na manhã desta terça-feira (27) uma operação de combate ao tráfico de drogas, com o cumprimento de 33 mandados de busca e apreensão e 24 de prisão em cinco cidades catarinenses. Segundo a polícia, a ação tem como objetivo de desarticular organizações criminosas especializadas na remessa de drogas para o exterior por meio dos portos da região.

Os trabalhos são realizados em Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau, Balneário Piçarras e Ilhota. As organizações criminosas investigadas atuavam inserindo cocaína em contêineres embarcados nos portos utilizando empresas de fachada com atuação na logística portuária. Além da prisão dos investigados, também foram apreendidos veículos e bens dos envolvidos. Até as 7h30 não havia balanço dos trabalhos.

Segundo a PF, a Receita Federal forneceu importantes informações sobre a movimentação de contêineres nos portos, o que permitiu identificar quais cargas estavam irregulares.

Os trabalhos são decorrentes de duas operações de combate ao crime organizado realizadas pelas delegacias de Itajaí e de Santos (SP).

Na operação em andamento no litoral paulista, denominada de “Alba Virus”, estão sendo cumpridos mandados 42 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão temporária em quatro estados: São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Bahia.

Operação The Wall

A Operação The Wall, que está sendo executada pela delegacia de Itajaí, teve início com a apreensão de 1.700 kg de cocaína no porto de Antuérpia, na Bélgica, no dia 12 de dezembro de 2018. Posteriormente foi constatado que a mesma quadrilha foi a responsável pela remessa de 558 kg apreendidos no Porto de Navegantes no dia 1° de abril deste ano.

O nome da operação decorre do fato de a droga estar camuflada em meio a uma carga de tijolos, a qual formava uma “parede” dentro do contêiner, dificultando sua localização.

Pelo menos 150 policiais federais trabalham na execução das medidas. A operação conta com o apoio também de servidores da Receita Federal e cães farejadores.

G1 SC
Foto: Fabiano Correia/ NSC TV

Comente Abaixo