Posto de combustível de Tubarão contesta valor “mais alto do Brasil” divulgado pela ANP

A notícia de que Tubarão tinha o preço mais alto da gasolina do país gerou indignação. O dado divulgado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) está sendo contestado pelo posto de combustível alvo do levantamento. O estabelecimento está localizado às margens da BR-101, no bairro Morrotes.

Conforme a direção do posto, o valor apontado de R$ 8,99 o litro da gasolina comum, na verdade, era da gasolina podium.

“O valor que colocaram como gasolina comum, no levantamento, era da gasolina mais cara que tem, que é a podium. A gasolina comum estava descrita e corretamente como R$ 6,99 o litro. Hoje (ontem) já está com o valor de R$ 7, devido às mudanças que forma de apresentar os valores decimais”, diz a direção do posto.

Ainda conforme a empresa, o Procon de Tubarão foi acionado para averiguar a informação. “Vamos entrar com processo contra a ANP por divulgar uma informação errada”, completa.
O assunto ganhou repercussão nacional na última semana e foi tema de reportagem do “Jornal da Globo”, na noite do último dia 6. Ao todo, segundo a ANP, foram fiscalizados mais de cinco mil postos no país.

Conforme o gerente do Procon de Tubarão, Ângelo Pulita, o setor de fiscalização esteve no último sábado no posto de combustível e constatou os preços, sendo que a gasolina comum estava R$ 6,99 o litro, conforme indicado pelo próprio estabelecimento comercial.

Via Diário do Sul

Publicidade