SC amanhece com mínima abaixo de 5°C e geada

Campos ficaram cobertos por uma fina camada de gelo em São Joaquim, na Serra — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online

A Serra catarinense amanheceu com geada e temperaturas baixas nesta terça-feira (8). Na localidade do Vale dos Caminhos da Neve, em São Joaquim, a vegetação ficou coberta por uma fina camada de gelo (veja fotos).

De acordo com dados da Epagri/Ciram, órgão que monitora o tempo no Estado, a mínima na cidade chegou a 6,12ºC, às 5h.

As marcas mínimas no estado foram registradas por volta das 7h, 3,2°C em Urupema e 4°C em Urubici.

A previsão do tempo indica a influência de uma massa de ar seco e frio, que mantém a presença do sol em todas as regiões catarinenses.

Apenas o Litoral apresenta variação de nuvens e chance de chuva isolada, em especial nos extremos do dia, devido ao deslocamento de umidade do mar para o continente.

Segundo a Defesa Civil, no decorrer da manhã, com o ar seco e a presença do sol, as temperaturas se elevam rapidamente e à tarde volta a fazer calor, com máximas superando os 30°C no Oeste e Vale do Itajaí e variando entre 26°C e 28°C nas demais regiões.

Fotos

Detalhe da vegetação com gelo em São Joaquim, na Serra catarinense — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online
Detalhe da vegetação com gelo em São Joaquim, na Serra catarinense — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online

Amanhecer em São Joaquim nesta terça-feira — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online
Amanhecer em São Joaquim nesta terça-feira — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online

Manhã de terça-feira em São Joaquim amanheceu com temperaturas abaixo de 5°C  — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online
Manhã de terça-feira em São Joaquim amanheceu com temperaturas abaixo de 5°C — Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online

Estiagem

Na maior parte das cidades catarinenses os rios estão com baixos volumes ou pouca umidade no solo por conta da estiagem.

Em janeiro, a chuva ficou abaixo da média climatológica e, com isso, as previsões estendidas mostram que a estiagem hidrológica tende a intensificar seus impactos e consequências nos primeiros meses do ano de 2022. A previsão está no Boletim Hidrometeorológico Integrado divulgado pela Defesa Civil.

Entre fevereiro e abril de 2022, a previsão é de que a chuva fique abaixo da média. No Litoral Norte, Vale do Itajaí, Planalto Norte e parte da Grande Florianópolis, a previsão é de mais volume devido à maior disponibilidade de umidade e influência da circulação marítima, porém, ainda abaixo do esperado. Já no Oeste, o destaque é a continuidade da chuva com menores volumes.

G1 SC

Publicidade