Situação insustentável e sem salário

Depois do sistema de Notas Fiscais da prefeitura passar mais de uma semana mais parado do que funcionando e dar um “tiuti” na rede da prefeitura nesta semana, quem caiu foi o atual diretor do departamento de DTI, Henrique Otte. (Sim, sei que nota fiscal é com empresa terceirizada, mas sei quem conversa com a empresa, de técnico para técnico)

A exoneração do diretor só confirma a minha, pessoal e única, opinião de que a história do “hacker” foi mais um grande “migué” do que algo que, de fato, tenha acontecido. Afinal, como culpar um diretor que esta há exatos 6 meses no cargo? Exatos mesmo, Henrique Otte entrou dia 28/07/2020.

Quando a prefeitura emitiu a nota, fiz perguntas que senti uma resistência. Achei a nota confusa e sem explicações precisas. Questionados, senti uma resistência nas respostas e fui atrás.

Eu falei na matéria do Portal Visse sobre o assunto, que nesta semana o pessoal do DTI estava mexendo no sistema que controla as credenciais dos usuários e já estava pipocando. Me parece que pipocou de vez, em pleno fechamento de folha, e deu ruim para o responsável pelo departamento.

A brincadeira vai deixar os barnabés da prefeitura sem salário no último dia útil do mês que é amanhã (29), e é bem provável que só recebam na segunda ou terça. A folha não rodou, a remessa não foi enviada para o banco e, com isso, o dim-dim não cai na conta.

Eu ainda tenho uma outra teoria para esse “ataque”. Mas prefiro ficar quieto. Se disseram que está tudo bem e está tudo tranquilo, então tá bom.


Situação insustentável e sem salário
Coluna Ácido Úrico – Por Gian Del Sent