Trote de falso acidente, faz bombeiros e SAMU deslocar 5 viaturas por 32km em Chapecó

trote-chapeco
Uma ligação feita para o número de emergências do Corpo de Bombeiros de Chapecó, mobilizou diversas viaturas de socorro, para uma situação que não aconteceu.
Por volta das 6 horas da manhã desta sexta-feira (26), a Central de Emergência do Corpo de Bombeiros de Chapecó recebeu um chamado, onde o solicitante informava um gravíssimo acidente de trânsito envolvendo dois ônibus e um caminhão, com várias vítimas feridas que estariam espalhadas pela SC 283, na Linha Feliz interior de Planalto Alegre.

Com base no relato da gravidade do acidente, todo o efetivo dos Bombeiros de Chapecó, cerca de cinco ambulâncias (ASU 318, ASU 364, ASU 424, ABTR 001 e ABTR 045), foram encaminhados para o local, inclusive viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e também Guarnições de São Carlos foram empenhadas na ocorrência.
De acordo com os Bombeiros, ao chegar no local foi constatado que se tratava-se de um trote. Nem um tipo de situação semelhante foi encontrada.
As solicitações de emergência através do 193 são todas gravadas e devem auxiliar na identificação do autor deste crime.

Conforme análise por rotas do Google Maps, o trajeto de Chapecó/SC até Planalto Alegre/SC é de cerca de 32km a aproximadamente 40 minutos do Centro da cidade.

maps-chapeco-trote
Uma das reclamações mais comuns e mais graves dentro dessa “brincadeira de mau gosto” envolvem os serviços públicos. Bombeiros, Polícias, Hospitais, dentre outros, em que eles recebem a ligação, vão até o local e chegam lá e não encontram absolutamente nada ou alguém, como neste caso.

TROTE TELEFÔNICO É CRIME
O trote telefônico, ou mais comumente chamado de “brincadeira de mau gosto”, é crime, sim!
Segundo o Art. 266 do Código Penal apresenta o seguinte: “Interromper ou perturbar o serviço telefônico” é crime e o infrator poderá incorrer em pena de detenção de um a seis meses ou multa; e o presente artigo se enquadra em qualquer caso e vítima.

Fonte: Diário de Chapecó
Foto: Ilustrativa/Arquivo